user_mobilelogo

Foram outra das estreias no passado fim de semana na Rampa da Penha, prova inaugural do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide da Demoporto, onde Hélder Silva e Carlos Oliveira estrearam-se ao volante do Juno e do BMW respectivamente.

Hélder Silva terminaria em 5º em termos de categoria e Carlos Oliveira em terceiro na sua categoria.

Assim Hélder Silva faria nas três subidas os tempos de 1.29.769, 1.32.106 e 1.29.549, e Carlos Oliveira ficava pelos tempos de 1.51.363 e 1.48.615, estando ausente da primeira motivado pelo incidente ocorrido.

O Juno terminaria na 5ª posição na categoria 1, e no final Hélder Silva dizia-nos “ foi uma estreia aonde não conheço bem o carro, que nada tem a haver com o BMW que conduzi nas épocas anteriores.Depois ainda estamos a evoluir o carro, e penso que para a Rampa da Falperra poderemos estar mais competitivos.Ao longo desta prova, na segunda subida, de forma surpreendente o comportamento do carro alterou-se um pouco, não sei o que se passou, por isso não pude fazer melhor.Foi acima de tudo uma prova para aprender, foi uma participação positiva, já que há ainda muito a melhorar, quer em mim, quer no Juno.Agora é preciso mais tempo para conhecer o carro, vamos agora pensar na participação na Rampa da Falperra, na qual conto poder estrear algumas evoluções”.

Já Carlos Oliveira que também subiria ao pódio no Troféu Nacional de Clássicos de Montanha, após a cerimonia do pódio dizia-nos “  não foi de modo algum  uma estreia fácil, pois este BMW nada tem a haver com o Porsche com que corri na época passada.Por isso tive um pouco de tudo, mas foi uma prova em que tive de tentar conhecer o melhor possível o carro, e até certo ponto correu bem, exceptuando o acidente que tive, de resto foi normal.Tal como me aconteceu com o Porsche vou precisar de tempo para conhecer o melhor o carro “.

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 1

1º Pedro Salvador – Silvercar

2º Rui Ramalho – Osella

3º Paulo Ramalho – Osella

4º João Fonseca – BRC

5º HÉLDER SILVA – JUNO

CLASSIFICAÇÃO FINAL – TAÇA NACIONAL DE MONTANHA

1º Fernando Salgueiro – Ford Escort MK 2

2º Ricardo Loureiro – Ford Escort MK 2

3º CARLOS OLIVEIRA – BMW

 

É já nos próximos dias 21 e 22 de abril que se realiza o Rali Casino de Espinho, a segunda prova pontuável para a Taça FPAK de Ralis de Asfalto. Uma prova que igualmente faz parte do calendário do Campeonato Nacional.

O piloto do Seraical Team, o famalicense José Luís Pereira, vai participar com o seu AG Sport, no Kartcross de Montalegre. É uma prova de suporte à jornada portuguesa do Campeonato do Mundo de Ralicross, que se realiza nos dias 22 e 23 deste mês de abril.

  • Nas motos os três primeiros terminaram separados por 21 segundos

Veja os vídeos da 1ª e 2ª etapa aqui e aqui

Com uma luta emocionante na competição moto, que terminou favorável ao campeão António Maio, cumpriu-se no Algarve a terceira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que teve também como vencedores Arnaldo Martins nos Quad e a dupla João Lopes/Bruno Santos nos SSV.

Filipe Albuquerque esteve ao seu melhor nível em Silverstone na primeira corrida do European Le Mans Series ao conseguir uma espectacular vitória fruto de um último 'stint' épico como só o piloto de Coimbra sabe fazer. Entrou em pista no terceiro lugar, com considerável desvantagem para o primeiro classificado, e nem mesmo os mais crentes acreditavam possível tamanha recuperação. Mas Filipe fê-lo como ninguém e goza agora de um brilhante primeiro lugar na primeira corrida do ano assumindo assim, junto com os seus companheiros de equipa na United Autosports,Will Owen e Hugo de Sadeleer a liderança do campeonato.

No final a felicidade era notória até porque o piloto português pensava não ser possível conseguir vencer logo no primeiro confronto: "Apesar do Ligier estar com uma excelente performance tivemos alguns percalços que nos atrasaram, nomeadamente a penalização e depois um 'pit-stop' menos feliz. Foram 40 segundos perdidos. Quando entrei para os últimos 'stints' estava a mais de 30 segundos do líder. Sabia que seria uma recuperação difícil, mas tinha poupado pneus no início, e isso permitiu-me andar nos limites na fase final e conseguir passar para primeiro nos últimos minutos de corrida. Foi o melhor que poderíamos ter esperado", explicou Filipe Albuquerque.

O pilotos luso tem assim o melhor início de época sobretudo porque ambiciona conseguir o título no ELMS depois de já ter sido vice-campeão: "É a melhor forma de arrancar mas continuamos a ter muito trabalho para fazer. É importante mantermos a performance e trabalhar o melhor possível o Ligier. Os meus companheiros de equipa estão muito motivados e a equipa determinada em chegar aos melhores resultados possíveis. Estão reunidos todos os ingredientes para uma época bem sucedida", rematou Albuquerque satisfeito com o seu trabalho.

A próxima prova do ELMS acontece a 14 de Maio em Monza.

Piloto da PMF Racing lutou contra problemas de travões ao longo de toda a corrida

Pedro Ferreira, acompanhado de Válter Cardoso, subiu esta tarde à terceira posição do pódio destinado à competição auto que se disputou no Algarve, tendo como base a cidade de Loulé. Com a Baja de Loulé arrancou a temporada de 2017 do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno organizado pela FPAK.

Um furo retirou o piloto da equipa South Racing da luta pela vitória

Ricardo Porém, navegado por Hugo Magalhães, aos comandos de uma Ford Ranger da equipa South Racing, foram segundos classificados na prova de abertura do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que se disputou no Algarve e onde o piloto de Leiria se apresentou com o propósito de lutar pela vitória.