user_mobilelogo

Num momento raro e inesperado Diogo Ventura foi hoje forçado a desistir no primeiro dia da segunda prova do campeonato do mundo de enduro. Localizada na província de Murcia a cidade de Puerto Lumbreras foi a escolhida para receber a segunda ronda do campeonato e Diogo Ventura faz aqui a sua estreia na classe maior da especialidade, a EnduroGP.

O atual campeão do mundo de rallycross, o sueco Mattias Ekström, foi o grande vencedor da prova do Campeonato do Mundo realizada, este fim de semana, no circuito internacional de Montalegre. Tal como sucedeu na prova inaugural, realizada em Barcelona, também no Barroso o piloto nórdico não deu hipótese à forte concorrência, com destaque para o francês Sébastien Loeb, segundo, e Johan Kristoffersson, a terminar na última posição do pódio.

Elisabete Jacinto subiu hoje ao terceiro lugar do pódio da competição destinada aos camiões do Morocco Desert Challenge. A equipa Bio-Ritmo® alcançou os objectivos traçados para esta corrida depois de terminar a sétima e última jornada desta maratona africana, onde conquistou o quarto posto da classificação na sua classe. Os portugueses demoraram 1h19m52s a cumprir os 138 quilómetros cronometrados que compunham a etapa que ligou Tendrara a Oujda tendo terminado a especial com uma diferença de 5m25s para o holandês Martin Van Den Brink,  o grande vencedor da categoria camião desta prova. Para além de três camiões, apenas dois carros foram mais rápidos que Elisabete Jacinto a realizar o traçado de hoje.

  • Um hora perdida pelo piloto da Honda na etapa inicial condicionou resultado final

Pedro Bianchi Prata concluiu hoje a sua participação no Marocco Desert Challenge com mais uma vitória em etapa, a terceira que o piloto da Honda alcançou nesta prova. Depois de na véspera ter passado virtualmente pelo comando completou a corrida na 2ª posição. Um resultado muito condicionado pela hora que perdeu na etapa inicial com aqui refere o piloto no balanço que faz da prova.

  • Opel Mokka Proto “Made in Portugal” com dois pódios

Após sete dias e muitos milhares de quilómetros disputados ao cronómetro terminou hoje na cidade portuária de Saidia mais uma edição do Marocco Desert Challenge, a prova escolhida pelo campeão nacional Nuno Matos para iniciar um novo rumo na sua carreira, depois do título brilhantemente conquistado em 2016.

Acidente logo na partida da prova, provocou danos no Lamborghini #78 que obrigou à desistência.

A prova de Monza não correu de feição à equipa do Lamborghini #78 da Barwell Motorsport pois partindo do 44º lugar da grelha, ficou sujeita às contingências da carambola ocorrida no arranque, provocando a desistência.

Foi assim em Montalegre, onde teve lugar a segunda jornada do Campeonato do Mundo de Ralicross. Bancadas novas e melhores condições para receber público e equipas participantes, fazem parte do cardápio que o Município preparou para receber esta prova, a primeira de mais uma serie de cinco, que ficaram já acordadas entre a edilidade barrosã e o promotor do Campeonato.