user_mobilelogo

Continua a sequência de corridas para Gonçalo Capote e o Team Dias, que já estão no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, para disputarem a segunda prova da temporada de 2021 da Cuna de Campeones.

  •  Dois dias de competição
  •  Transmissão 'streaming' em directo
  •  Pit-Bike competem para o Regional

Quinze dias depois do arranque de temporada no enlameado traçado do Crossódromo do Alqueidão o campeonato nacional de motocross - juntamente com o Regional Penta-Control e Troféu Norte - ruma já este fim‑de‑semana (8 e 9 de Maio) até ao Complexo Voltas & Rodas em Lustosa (Lousada) para discutir o segundo resultado do ano.

Na segunda prova da temporada o ‘Capitão’ aposta em continuar a adaptação ao SilverCarS2 e procurar ser cada vez mais rápido aproximando-se das posições de topo.

Nuno Guimarães chega a Boticas apostado em mais uma vez lutar pelas posições cimeiras do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group. O piloto da NJ Racing conseguiu na Rampa PÊQUÊPÊ Arrábida o sétimo lugar absoluto, o quinto dos protótipos e terceiro da Divisão B, pelo que a intenção na prova do Demporto é prosseguir a sua adaptação ao SilverCar S2, que adquiriu na época passada.

Piloto de Almada vai ter um ano intenso, mas diverso dos anteriores, ditado pelo contexto em que nos encontramos e que não vai ser dedicado a nenhuma prova em particular, mas caracterizado por participações em eventos especialmente escolhidos. Ao consagrado Mitsubishi Lancer EVO junta-se um Skoda Fabia R5 como “armas” a utilizar por Rui Madeira ao longo da época.

Depois de ter assinado uma grande exibição na Arrábida, coroada com um resultado muito positivo, o piloto da Articimentos quer fazer anda melhor em Boticas. Vencer a Divisão Protótipos B e estar no pódio absoluto são os seus alvos.

O piloto da MNE Sport lidera a tabela pontual do Campeonato Legends de Montanha e quer consolidar a posição em Boticas. O seu BMW M3 Compact foi alvo de uma intervenção profunda no espaço que mediou desde o arranque da temporada na Arrábida.

Cláudio Batista disputa a segunda prova do Campeonato de Portugal de Montanha apostado em conseguir um resultado que lhe escapou na Rampa Pêquêpê Arrábida devido a problemas de transmissão no seu Citroën DS3 R1.