user_mobilelogo
  • Mazda acelera electrificação da sua gama para atingir a neutralidade carbónica em 2050
  • Mazda alarga gama de tecnologias avançadas de segurança com a introdução do Mazda Co-Pilot Concept

Caminhando rumo a um futuro neutro em carbono em 2050, a Mazda Motor Corporation anunciou hoje que vai acelerar os seus planos globais de electrificação. A um horizonte de 2030, a Mazda assume que um quarto dos seus produtos irá ser totalmente eléctrico e que todos os restantes modelos se verão de alguma forma electrificados.

Trabalhar com todas as partes envolvidas na mobilidade para melhorar a qualidade de vida de todos - essa é a missão que a Mobilize defende e promove durante a VIVA Technology, com serviços, soluções de mobilidade e energia, através de sólidas parcerias.

  • A precisão é fundamental na indústria automóvel, com tolerâncias inferiores à espessura de uma folha de papel nas carroçarias dos automóveis
  • A inclusão da fotogrametria melhora a eficiência da medição em linha em termos de rapidez, precisão e conetividade
  • A SEAT é o primeiro fabricante a utilizar massivamente medições sem contacto em série, com 9.000 fotografias e até 210 milhões de pontos analisados por dia 

No futebol, um centímetro pode fazer a diferença entre um golo marcado e um fora de jogo. Com a implementação do VAR (Arbitro assistente de vídeo), foi possível aperfeiçoar a precisão na análise desses centímetros de legalidade. Mas e se, em vez de centímetros, estivéssemos a falar de décimas de milímetro, o equivalente à espessura de uma folha de papel? O departamento de Tecnologia de Medição e Meisterbock da SEAT encarrega-se disso, medindo as carroçarias. Até agora, este era um processo semi-manual. No entanto, uma tecnologia inovadora sem contacto chegou para marcar um ponto de viragem na eficiência do processo, quando o veículo já chegou à linha de produção.

  • A Empresa que é representante da Gestão de Frotas do grupo em Portugal, converte a frota da sua equipe comercial em veículos elétricos;
  • Frota renovada com novos veículos 100% elétricos Volkswagen ID.3;
  • Um em cada cinco carros na empresa já é elétrico.

O Volkswagen Financial Services decidiu renovar a sua frota automóvel em Portugal, com novos modelos Volkswagen ID.3 100% elétricos, disseminando a adoção de veículos elétricos nas suas equipas, e promovendo, assim, a mobilidade sustentável. Fruto desta renovação, um em cada cinco veículos da empresa já são elétricos, sendo que, no caso da equipa responsável pela área de gestão de frotas, a totalidade dos veículos são já elétricos. Até ao final deste ano, 25% da frota de toda a equipa Volkswagen Financial Services será elétrica.

  • Cartão Mobilidade Elétrica EDP carregado com 50 kWh para carregamento na rede pública entregue ao comprador de um Opel elétrico ou híbrido plug-in;
  • Promoção durante o mês de junho: cada cartão é pré-carregado com 100 kWh adicionais, para um total de 150 kWh, correspondendo a cerca de 1000 quilómetros de autonomia sem custos de energia.

A Opel e a EDP associaram-se na criação de vantagens para os clientes Opel que adquiram um automóvel elétrico ou um híbrido plug-in. A EDP Comercial disponibilizará cartões Mobilidade Elétrica EDP pré-carregados com 50 kWh aos clientes Opel e também o acesso a um tarifário de energia CEME com 20% de desconto para clientes que sejam clientes da EDP Comercial em casa. Para assinalar os Dias do Cliente Opel, durante o mês de junho, o valor pré-carregado em cada cartão será de 150 KWh, o que equivale a cerca de 1000 km de autonomia sem custos de energia para o utilizador.

  • O SEAT Arona é um dos modelos mais populares da marca, com mais de 350.000 unidades vendidas nos seus quatro anos de história
  • O seu caráter de SUV, design e tecnologia avançada são três dos fatores que explicam a popularidade do modelo
  • O SUV urbano conta agora uma imagem renovada e mais robusta, especialmente com o seu novo acabamento Xperience 

O SEAT Arona tornou-se um dos veículos mais populares da marca desde a sua apresentação em 2017. E agora, este modelo chave para a SEAT foi renovado com um caráter mais marcante, especialmente no seu novo acabamento Xperience, com uma estética distinta todo-o-terreno, para proporcionar ainda mais experiências de condução. E são mais de 350.000 experiências ao volante do Arona: as dos condutores de todo o mundo que o escolheram e que se juntam às da equipa da SEAT que trabalha com ele todos os dias. Todos eles contribuíram para fazer do Arona um sucesso. Abaixo estão 5 "Arona Xperiences" que ilustram os seus 4 anos de vida.

  • Ao combinar baterias com uma pilha de combustível a hidrogénio, o Citroën ë-Jumpy Hydrogen permite uma maior autonomia em modo elétrico, preservando todas as capacidades do veículo.
  • Com uma autonomia superior a 400 km e reabastecimento de hidrogénio em menos de três minutos, o Citroën ë-Jumpy Hydrogen prefigura os Veículos Comerciais Ligeiros (VCL) elétricos do futuro.
  • Toda a gama VCL da Citroën estará eletrificada até final de 2021, com o ë-Jumpy já na estrada e os modelos My Ami Cargo, ë-Berlingo Van, ë-Jumpy Hydrogen e ë-Jumper a chegar ao mercado no segundo semestre
  • A Citroën demonstra, assim, total capacidade para oferecer soluções modernas, tecnológicas e acessíveis, indo ao encontro das múltiplas utilizações e necessidades de mobilidade dos clientes. Mais do que nunca, a Citroën oferece a solução ideal para os profissionais. 

"O ë-Jumpy Hydrogen completa a nossa gama de veículos comerciais ligeiros. Com a sua arquitetura que combina uma pilha de combustível de hidrogénio e uma bateria, o nosso furgão propõe o melhor de ambas as tecnologias. Os componentes foram integrados de acordo com uma conceção engenhosa, em que as dimensões e formato dos componentes não tem qualquer impacto na capacidade de carga, um fator crucial para os profissionais neste segmento. O ë-Jumpy Hydrogen corresponde às necessidades e utilizações dos profissionais, proporcionando uma autonomia superior a 400 km, um reduzido impacto da temperatura exterior na autonomia, um tempo de carregamento de apenas três minutos e a capacidade de recuperar mais energia durante a desaceleração”, refere Laurence Hansen - Diretora de Produto e Estratégia da Citroën.