user_mobilelogo
A 63ª edição do Rali Vinho da Madeira tem uma lista de 61 inscritos em que se destaca a grande qualidade dos concorrentes e das viaturas que estarão na estrada entre os dias 4 e 6 de agosto. A lista da organização do Club Sports da Madeira junta alguns nomes estrangeiros de destaque internacional aos campeões ou principais intervenientes do campeonato nacional dos últimos oito anos e os da competição regional nas duas últimas décadas.
Ao longo de três dias vão evoluir nas 17 classificativas dos três dias de competição pilotos do calibre do italiano Simone Campedelli, antigo campeão júnior do seu país e um dos protagonistas do ERC, e dos espanhóis Alejandro Cachon, que defende a Citroën no país vizinho, e Emma Falcon, campeã europeia em 2018. Em liça pelas primeiras posições estarão anteriores vencedores do evento como Alexandre Camacho, Miguel Nunes, Bruno Magalhães ou José Pedro Fontes e muitos outros.
Ao volante das 22 viaturas Rally2, vulgo R5, surgem também inscritos concorrentes como Ricardo Teodósio, Bernardo Sousa, Armindo Araújo, Miguel Correia, Pedro Almeida, Pedro e Paulo Meireles, José Camacho, Gil Freitas, Rui Pinto ou José Paula.
Da lista constam também os dois potentes Porsche 991 GT3 de Filipe Freitas e Paulo Mendes, o Ford Fiesta Rally3 de Daniel Nunes ou as referências dos carros de tração dianteira com pilotos como Vítor Sá, Rui Jorge Fernandes, Dinarte Baptista, Ivo Sardinha, Renato Pita, Miguel Caires e o regressado João Silva. Notas de destaque merecem também Adruzilo Lopes, na estreia local do Toyota Yaris GR, e Cláudio Nóbrega, “rei do espetáculo” com o seu Datsun 1200.