user_mobilelogo
A vila de Mação já tinha saudades do CPT4x4… dos seus muitos aficionados e contributo +ara a economia local. E a caravana adora visitar Mação e o seu verde horizonte. E embora Mação seja a catedral do presunto, e produza cerca de 70% do presunto nacional… Mação é muito mais. É uma terra de encanto, com um património natural e cultural que vale a pena descobrir, bem no Centro de Portugal.
Passaram de 3 para 4 vitórias consecutivas. Em 2022 só dá amarelinho e Rui Rocha e Pedro Campas (TEam rj69) voltaram a levar o Toyota ao primeiro lugar do pódio. Não foi contudo tarefa fácil. Os 3 primeiros classificados completaram as mesmas 14 voltas e por isso a dupla de Arouca nunca teve grande espaço para erros. Com 4 vitórias em 4 jornadas são, naturalmente, os líderes Absolutos, com 100 pontos
Estão cada vez mais perto da vitória, mas ainda não foi em Mação. António Henriques e Miguel Costa (Lucrofusão) repetem mais um segundo lugar, já que o primeiro teima em não chegar. E, a terceira posição, tanto em Absoluto como em Super Proto, foi para Daniel Carapau e Ruben Filipe (G&C Trial TEam XS5). Este tem sido, repetidamente, o trio mais forte do CPT4x4 2022.
Depois de 4 jornadas Rui Rocha domina a classificação com 34 pontos de vantagem.
António Silva regressa às vitórias
Na classe Proto foi a vez do campeão António Silva (Canelas Pneus) chegar ao ouro pela primeira vez em 2022. Nesta jornada foi navegado por Flávio Gomes, depois de Tiago Santos ter sofrido uma lesão durante a semana. E apesar dos problemas com as ventoinhas venceram com 1 volta de vantagem.
Os atuais líderes da classe, Luís Bacelo e Hugo Martins (Oficina Bacelo), conquistaram a prata de Mação. O Proto sofreu com o calor e além dos problemas com as ventoinhas, comum a António Silva, também queimou o motor do guincho, o que faz perder tempo precioso na luta pela vitória
Rui Faria e Manuel Faria (Transportes Faria) completam o pódio da classe Proto em Mação. Completaram 9 voltas ao circuito em 2horas53minutos e 30 segundos.
Com esta vitória Silva aproxima-se de Bacelo. 5 pontos separam os pilotos na classificação da classe Extreme.
Luta a dois em Extreme
Em Extreme António Moreira e André Neves (Valclima) tiveram a concorrência de Nélson Leitão (Imoc Team), muito habituado ao circuito de Mação. Mas ainda assim levou a melhor a dupla detentora do título de campeã nacional.
Promoção muito disputada
Na promoção a luta foi aguerrida, como de costume. Desta vez a vitória sorriu a Paulo e Carlos Silva (Team Sequeiro 4x4). A equipa de Lousada sentiu muitas dificuldades devido às elevadas temperaturas, mas com 5 voltas conquistaram o ouro.
O segundo lugar da Promoção foi para os estreantes Luís Inácio e Pedro Arroz ((Redgarage), enquanto Pedro Pereira e Henrique Gonçalves (Clena TT) ocuparam a terceira posição.
Na classe FUN estiveram 2 equipas em pista. Vitória para Nuno Brás e Ricardo Lucas (Team NB Carservice) de Abrantes.
Na classe UTV o já habitual e único participante: a dupla Carlos Martins e João Pinto (Reciclopeças).
No fim de semana de 3 e 4 de setembro o CPT4x4 está de regresso a Leomil, em Moimenta da Beira para a 5ª etapa do CPT4x4 2022.