user_mobilelogo

No fecho de um fim‑de‑semana difícil, Miguel Oliveira recebeu a bandeira de xadrez em Silverstone na 16ª posição. A apenas uma posição de conseguir pontuar, o piloto de Almada deixa solo britânico com o objectivo de, em conjunto com a equipa da KTM, 'virar' a seu favor a próxima etapa do campeonato, no Motorland, em Aragón.

Após ter qualificado na 20ª posição, o piloto de Almada enfrentou as 20 voltas ao mais longo traçado do campeonato, com o foco claro de tentar recuperar o mais possível ao longo da corrida. Cedo colocou a sua KTM na 18ª posição e, na últimas três voltas, subiu duas posições para receber a bandeira de xadrez na 16ª posição, naquela que foi a primeira corrida que terminou na pista inglesa.

'Não foi a corrida que queríamos, pelo menos o resultado. Senti que não tinha tracção desde os primeiros momentos. Este fim‑de‑semana não consegui mesmo fazer nada e agora vamos continuar a trabalhar com atitude positiva e virar a tendência a nosso favor em Aragón.'

Miguel Oliveira e a equipa da KTM pensam já no próximo desafio do campeonato, a realizar no asfalto do Motorland, em Aragón, dentro de quinze dias. Antes, Miguel Oliveira irá fazer a sua estreia numa competição automóvel em circuito, mais propriamente nas 24 Horas de Barcelona, no próximo fim‑de‑semana.