user_mobilelogo

O piloto de Fafe que defende as cores da UZO conquistou a sua segunda vitória da época na Divisão Turismos 3 na 6ª edição da Rampa de Santa Marta, relançando a sua candidatura ao título da divisão no Campeonato de Portugal de Montanha JC Group. O triunfo coroou uma exibição verdadeiramente fora de série!

Parcídio Summavielle assentou arraiais na prova do Clube Automóvel da Régua apostado em ‘dar tudo’ nos sinuosos 3200 metros do traçado ‘desenhado’ entre os vinhedos do Alto Douro. E se bem o pensou, melhor o concretizou.

Claro que na autêntica ‘batalha’ de Renault Clio R3 que é a Divisão Turismos 3, o piloto fafense sabia de antemão que teria pela frente o adversário do ‘costume’. O que apenas valorizou o seu feito.

No ‘ora agora ganhas tu, ora agora ganho eu’, as contas acabaram por ser favoráveis a Parcídio Summavielle, que depois do seu rival, Sérgio Nogueira, ter sido mais rápido no sábado, acabou por se impor no domingo por 1,7 segundos, mercê de duas subidas de prova a tocarem a perfeição e com o fafense a rodar sempre nos limites do Clio. O que diz bem do equilíbrio existente e da forma como o piloto do Renault Clio R3 da UZO teve de andar para alcançar tal desiderato.

Isto apesar do fim-de-semana até nem ter começado bem para o minhoto “com um problema na correia do alternador do Clio, que não os costuma ter. E não estava fácil resolver, mas que graças à boa vontade da gente daqui se resolveu”. Daí que agradeça a “a quem nos ajudou e permitiu que continuasse a competir. Depois foi agarrar-nos a tudo. Aquilo que é a nossa alma, a nossa garra, o coração”, confessa Parcídio Summavielle, que não tem dúvidas: “Perder aqui era perder o campeonato. Isso era algo que não queria que acontecesse. Lutamos muito. O Sérgio e eu estamos a andar ambos muito depressa, como se vê nas tabelas de tempos. E no fim senti uma enormíssima satisfação”.

O piloto edil de Fafe quer “partilhar esta vitória com as muitas pessoas da Família da Montanha, que sei que torceram por mim, que me deram apoio, que me ajudaram, que vieram com um pequeno gesto, hoje uns, ontem outros”, fez questão de agradecer o piloto de Fafe, que até recorda um facto curioso, “de um adversário, que no momento da partida disse-me o que me disse e eu não vou esquecer. E a vitória é mais deles do que minha”.

Três semanas separam agora o fafense da UZO do próximo desafio. Será nos dias 24 e 25 de julho que o Targa Clube terá a responsabilidade de organizar a edição 2021 da Rampa do Caramulo, sexta prova da temporada.