user_mobilelogo
Vítor Pascoal assinou um triunfo expressivo na Rampa de Santa Marta, quinta jornada do Campeonato Portugal de Montanha, que teve lugar este fim de semana. Num evento onde fazia a sua estreia, o piloto ditou o ritmo na categoria GT ao volante do seu Porsche 911 GT3 Cup.
Um resultado de suma importância, numa época em que o piloto aponta à renovação do título na categoria. “Só a vitória nos permitia continuar a discutir o campeonato. Esta era por isso uma prova de tudo ou nada e acho que essa pressão acabou por se converter num fator de motivação extra”, afirmou o piloto, que acrescenta: “Sabia que o desconhecimento do traçado poderia ser uma desvantagem, mas o facto de ter características muito idênticas às classificativas de ralis a que estou habituado, acabou por ser um ponto que reverteu a nosso favor.”
Um triunfo assinalado com uma firme prestação. “Fico muito satisfeito com este resultado. Foi uma prova onde nos superiorizámos à concorrência ao longo de todo o fim de semana e com diferenças expressivas ao cronómetro. Para tal, muito contribuiu o trabalho do Baião Rally Team, a quem agradeço, pois o Porsche esteve irrepreensível”, enalteceu Vítor Pascoal.
Após o triunfo na Rampa da Penha, Vítor Pascoal rubricou na Rampa de Santa Marta a segunda vitória consecutiva da época. Uma toada que espera manter nos próximos desafios. “Falhei uma prova para estar no Rali da Bairrada. São opções que tomamos e que temos que assumir, mas a partir daí fiquei com margem zero no campeonato de montanha. Por isso, agora só há um objetivo, estar no final do mês na Rampa do Caramulo para vencer.”
O piloto deixa ainda uma palavra especial: “Muito obrigado aos meus patrocinadores por todo o apoio ao nosso projeto de 2021. Esta vitória é para todos vocês. Obrigado também à minha equipa, família, amigos e adeptos. Estamos juntos na luta.”