user_mobilelogo
  •  Quarta prova do campeonato
  •  Arranque das MX85cc com 15 pilotos
  •  Joseph Dark vence em Elite

Antes da paragem de Verão o campeonato nacional de motocross esteve no traçado ribatejano da Moçarria para discutir a quarta prova do ano. Em tarde de temperaturas dignas do período do ano e lado a lado com o campeonato regional MX Ribatejo viveu-se uma excelente jornada e no final foi um terceiro piloto distinto a subir ao degrau mais alto do pódio em Elite. 

A dar início ao seu ano desportivo o pelotão das 85cc contou com dezena e meia de pilotos na Moçarria e no final das duas mangas realizada e com vitórias divididas, quem mais pontos somou foi Martim Maria. Com um primeiro e um segundo lugares subiu ao degrau mais alto do pódio com mais quatros pontos que Guilherme Esteves, o quarto na primeira corrida e depois vencedor na manga final. Quem fechou o pódio foi Tomás Santos na frente de Guilherme Leandro e Alexandre Costa.

Nas MX2 Junior a vitória foi para Afonso Gomes numa corrida marcada por uma queda de Fábio Costa quando perseguia o rival de Coimbra. Uma queda da qual resultou uma clavícula e uma omoplata fracturadas. Martim Espinho foi o segundo e Bernardo Passanha o terceiro na frente de Rúben Ribeiro e Diogo Salema. Em MX2 foi Luis Outeiro quem cruzou a linha de meta no primeiro lugar, na frente de Rúben Ferreira e Henrique Benevides. Em MX1 vitória para André Sérgio face a Daniel Pinto e Marco Silva, aqueles que com ele dividiram o pódio.

Com 27 pilotos na grelha de partida a manga Elite fechou o dia de competição e ficou marcada logo na segunda volta quando o então líder, André Sérgio, sofreu uma aparatosa queda que o deixou fora de corrida. Junto com André Sérgio também Luis Outeiro ficou fora da contenda pois ao desviar do seu adversário foi forçado a sair de pista e ficou com a sua moto presa. Outeiro demorou bastante tempo a regressar aos 1500 metros do traçado ribatejano - acabando mesmo por ser desclassificado por receber ajuda exterior - e na cabeça da corrida ficaram Joseph Dark e Ruben Ferreira, pilotos que cruzaram a linha de meta nesta mesma ordem e separados por menos de dez segundos. A quatro voltas do final da corrida Daniel Pinto assegurou o degrau mais baixo do pódio ao passar Henrique Benevides, com Martim Espinho a ser o quinto na frente de Afonso Gomes. Estes foram os únicos a fechar a corrida na mesma volta que o vencedor.

Na contabilidade do campeonato Rúben Ferreira está agora na frente, com Luis Outeiro a ser o segundo a 13 pontos e Afonso Gomes o terceiro a 22 pontos do comandante quando faltam ainda três rondas para o final da temporada, estando a próxima agendada para o Crossódromo Internacional de Águeda no dia 19 de Setembro.

RESULTADOS GLOBAIS