user_mobilelogo

Depois da primeira etapa onde o piloto apoiado pelo Crédito Agrícola, teve o primeiro contacto com a areia do Peru, o piloto apoiado pelos LUSÍADAS SAÚDE cumpriu hoje de forma muito positiva a segunda etapa que levou a caravana do Dakar de Pisco até San Juan de Marcona e na qual 342 quilómetros foram disputados ao cronometro, num total de 553km. O piloto apoiado pela BAHCO, que integra a estrutura de fábrica KTM FACTORY RACING levou a sua KTM 450 RALLY até ao 23º lugar depois de ter sido o 37º a partir para a etapa.

Depois da primeira etapa onde o piloto apoiado pelo Crédito Agrícola, teve o primeiro contacto com a areia do Peru, o piloto apoiado pelos LUSÍADAS SAÚDE cumpriu hoje de forma muito positiva a segunda etapa que levou a caravana do Dakar de Pisco até San Juan de Marcona e na qual 342 quilómetros foram disputados ao cronometro, num total de 553km. O piloto apoiado pela BAHCO, que integra a estrutura de fábrica KTM FACTORY RACING levou a sua KTM 450 RALLY até ao 23º lugar depois de ter sido o 37º a partir para a etapa.

Filipe Albuquerque está de regresso ao Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) em 2019 com a United Autsoports, equipa com quem vai disputar também o European Le Mans Series. O piloto português que foi vice-campeão LMP2 em 2016 fará equipa com o jovem Phil Hanson no Ligier JS P217 e acredita que estarão em posição de lutar pelo título.

Elisabete Jacinto venceu hoje a sétima etapa na classe T4 do Africa Eco Race 2019, a primeira disputada na Mauritânia, ao ser a mais rápida entre os camiões a realizar o setor seletivo composto por 480,98 quilómetros cronometrados, cumpridos entre Chami e Gare du Nord. A equipa Bio-Ritmo® gastou 4h54m39s a executar o percurso do dia ganhando mais 8m30s ao belga Igor Bouwens, que terminou o trajeto no segundo lugar da categoria. Com este resultado os portugueses mantêm a liderança entre os camiões.

O Team PETRONAS De Rooy IVECO iniciou da melhor maneira o rali mais duro do mundo, com Ton van Genugten, Federico Villagra e Gerard de Rooy a terminarem a etapa de abertura entre os 4 pilotos mais rápidos do dia.

Filipe Albuquerque está de regresso ao Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) em 2019 com a United Autsoports, equipa com quem vai disputar também o European Le Mans Series. O piloto português que foi vice-campeão LMP2 em 2016 fará equipa com o jovem Phil Hanson no Ligier JS P217 e acredita que estarão em posição de lutar pelo título.

Depois de um ano dedicado de forma intensiva à preparação para enfrentar as duras e exigentes pistas do Rali Dakar, Fausto Mota, que foi o único português a terminar a edição 2018 desta que é a prova rainha do todo-o-terreno teve um bom início na etapa inaugural da competição que ontem ligou a capital Peruana Lima e Pisco.