user_mobilelogo

'Pole-Position', recorde do circuito, melhor volta em corrida, vitória do semáforo à bandeira. Foi de forma simplesmente imparável que Miguel Oliveira conseguiu no derradeiro fim-de-semana do campeonato do mundo de MotoGP a sua segunda vitória na classe rainha do campeonato.

André CP volta a contar com Francisco Sande e Castro ao volante do Jaguar XJS V12 (Classe H81-Max) para os 250Km do ESTORIL, agora com o apoio oficial da marca, através do concessionário AUTO SUECO AUTOMÓVEIS.

Desde o primeiro momento que Miguel Oliveira nunca escondeu que correr em Portugal aos comandos de uma moto de MotoGP seria a concretização de um sonho. Depois de o ter feito em 2011 e 2012, respectivamente de 125 e Moto3, o piloto de Almada irá no próximo fim-de-semana realizar a sua terceira corrida em solo português, a sua primeira em MotoGP, marcando igualmente a estreia do Autódromo Internacional do Algarve no campeonato.

  • Domínio Opel: Corsa-e concluiu todas as provas sempre no pódio;
  • Com um consumo médio de energia de 12,7 kWh, o Corsa-e destacou-se de todos os adversários.

Já distinguido com diversos prémios e troféus por júris especializados, sendo o mais recente o “Volante de Ouro 2020”, o Opel Corsa-e estabeleceu-se agora como campeão no plano desportivo. Alinhando pela primeira vez em competições internacionais, o Corsa-e garantiu o seu primeiro título: a Taça FIA de E-Ralis de Regularidade 2020 (ERRC), destinada exclusivamente a automóveis elétricos.

Uma vez mais João Braga ao volante do seu Datsun 1200, nas duas corridas difíceis em que participou, terminou as duas no pódio. Assim, o piloto da Servibraga começou logo na sessão de treinos livres por rubricar um tempo de 2.23.286, sendo o terceiro em termos do Campeonato Portugal de Clássicos 1300.Já na sessão de treinos cronometrados João Braga acaba por conseguir melhorar de forma substancial o tempo anterior com 2.20.719.

  • Equipa faz estreia internacional da época
  • Prova integra Campeonato de Espanha de TT 

O Team Consilcar, de Edgar Condenso e Nuno Silva, regressa à ação já este fim de semana, dias 21 e 22 de novembro, com a presença na Baja TT Dehesa Extremadura, prova do Campeonato de Espanha de Rallyes de Todo-o-Terreno.

O domingo passado foi um dia importante para o jovem Francisco Milheiro, que se sagrou Campeão na Taça de Portugal 1300, nesta edição da Rampa da Arrábida. Logo na manha de sábado, na warm up 1, Francisco Milheiro seria o autor do 18º melhor tempo na classificação geral, tendo feito toda a extensão da Rampa da Arrábida em 2.18.412 à média de 80,6 km/h, para logo na primeira subida oficial de treinos acabar por conseguir melhorar um pouco mais tendo feito 2.17.993 à média de 80,8 km/h. Logo na segunda subida oficial de treinos o jovem piloto de Guimarães piora um pouco mais em relação à subida anterior com 2.40.925 à média de 69,3km/h. Chegados à primeira subida oficial de prova, Francisco Milheiro não se fez rogado e rubrica o melhor tempo de todo o fim de semana até esta altura, fazendo um excelente crono de 2.13.842 à média de 83,3 km/h.