user_mobilelogo
A sexta prova da temporada do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group conseguiu atrair mais de quatro dezenas de pilotos, num plantel que adiciona qualidade à quantidade e atesta a saúde da modalidade. A jornada pode marcar a atribuição de alguns títulos.

A próxima edição do Rali Vinho da Madeira irá contar com 50 inscritos, dos quais 31 são madeirenses e 19 de fora do arquipélago. Desses, o maior contingente provém de Portugal continental, dois são estrangeiros e um é açoriano. O rol de inscritos inclui dois campeões mundiais de escalão, um vice-campeão europeu e vários campeões nacionais e regionais, juntando nomes como os do espanhol Jan Solans, dos continentais Adruzilo Lopes, Armindo Araújo, Bernardo Sousa, Bruno Magalhães, José Pedro Fontes, Pedro Meireles e Ricardo Teodósio, do açoriano Luis Miguel Rego e dos madeirenses Alexandre Camacho, Filipe Freitas, José Camacho ou Miguel Nunes.

Foi uma corrida eximia aquela que Filipe Albuquerque e os seus companheiros de equipa na United Autosport, Phil Hanson e Fabio Scherer conseguiram esta tarde em Monza na terceira jornada do Campeonato do Mundo de Resistência LMP2. É a segunda vitória da época numa prova que viu o piloto português subir ao terceiro lugar do pódio na classificação geral do mundial.

Depois de um arranque algo conturbado, como aconteceu com praticamente todas as modalidades desportivas aquém e além-fronteiras devido à pandemia da Covid-19, os Campeonatos de Portugal de Ralicross e de Kartcross by Diatosta estão de volta à pista para mais uma ronda competitiva, esta a cargo do Clube Automóvel de Vila Real.
Um mês e meio após a primeira visita à incontornável pista de Montalegre, o RX Portugal by Diatosta está de volta ao traçado transmontano e com muitas lutas em perspectiva em todas as categorias.

Miguel Cristóvão voltou a vencer na Ultimate Cup Series, triunfando em Paul Ricard, onde se realizou a terceira ronda da temporada, e permanecendo invicto este ano. 

"Começa esta semana o Campeonato Mundial de Bajas em Teruel, com a Baja Espanha, para mim é uma responsabilidade muito grande, pois quero defender o título conquistado o ano passado. Estou motivado, e preparado, a minha CRF450RX está muito bem preparada, por isso tenho tudo para fazer um bom resultado. O objectivo é lutar pela vitória na minha classe. Amanhã temos verificações documentais e técnicas, sexta feira prólogo e a primeira etapa de 160km e Sábado mais 350km, vai ser uma prova dura e longa. "

Naquela que foi a primeira prova da Peugeot Rally Cup Ibérica em pisos de asfalto da época de 2021, Hugo Lopes e Tiago Neves não tiveram uma prova fácil, onde além dos troços rápidos e exigentes, o imenso calor marcou mais uma edição do Rallye de Ourense.