user_mobilelogo
Guilherme de Oliveira superou largamente as expetativas quanto ao desafio lançado pela DriveX para disputar a penúltima prova da Fórmula 4 Espanhola, no Circuito de Jarama, em Espanha. O piloto português esteve muito perto de garantir um lugar no pódio na Corrida 2 e esteve sempre em evidência nas restantes fases da competição, muito embora o seu objetivo fosse descobrir um mundo novo: o dos monolugares.

A chuva que caiu em doses absolutamente incríveis acabou por prejudicar a primeira corrida do Portimão 2 Super Racing Series reservada aos Clássicos e Clássicos 1300. Contas feitas, foram cumpridas apenas seis voltas com a omnipresença do “Safety Car”. As condições muito adversas fizeram algumas vítimas no pelotão, entre eles o piloto que tinha feito a “pole position”, Carlos Vieira.

O britânico Callum Bradshaw (Tonykart/Vortex) na categoria OK e o seu compatriota Freddie Slater (Kosmic/Vortex) na categoria OK-Júnior sagram-se hoje campeões do mundo de Karting FIA, no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portimão, após quatro dias de intensa competição, protagonizados por 177 pilotos, entre os quais nove portugueses.

A muita chuva acabou por condicionar a segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade Legends que se realizou no Autódromo Internacional do Algarve. Ainda assim, a prova disputou-se sem incidentes de maior. Hugo Mestre dominou a corrida, liderando as 9 voltas realizadas dentro dos 25 minutos de duração da prova.

O piloto do JC Group Racing Team ainda passou por um enorme susto, depois de um toque numa sessão de treinos, não conseguindo participar na primeira das duas subidas de prova do programa de domingo. Mas, na última e decisiva vez em que enfrentou os 3,1 kms da Rampa PÊQUÊPÊ Arrábida, não cedeu à pressão e selou uma justa vitória que alarga a sua vantagem no campeonato, a uma prova do fecho da época.

A segunda corrida dedicada ao Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos e Clássicos 1300 prevista no programa do Portimão 2 Super Racing Series voltou a ser disputada com piso molhado, mas sem o caos conhecido na primeira manga. Ainda assim, houve a intervenção do “Safety Car” depois de alguns despistes terem deixado alguns carros posicionados em locais pouco seguros.