user_mobilelogo
A prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua e que conta com o apoio do Município de Mesão Frio, leva mais uma vez a emoção às desafiantes estradas do Alto Vinhateiro, para a disputa de uma prova que já ganhou tradição no desporto automóvel nortenho e nacional, prometendo farta competição nas Portas do Douro.

Paulo Neto está de regresso ao volante do Skoda Fabia R5 para a quarta jornada do Campeonato Portugal de Ralis, o Rali Vinho da Madeira, dias 5 a 7 de agosto.
Um evento que põe termo a um hiato de cerca de dois meses na competição e que o piloto aguarda com expectativa: “Vai ser sem dúvida desafiante, principalmente porque desde o Rali de Castelo Branco que não contabilizamos qualquer quilómetro. Neste sentido, temos agendado um teste para preparar da melhor forma este evento, com o objetivo de acumular quilómetros, ganhar ritmo e fazer os acertos necessários no set up.”

Depois do cancelamento em 2020, o Caramulo Motorfestival estará de regresso para reunir todos os apaixonados do mundo motorizado.

Depois de um ano de 2020 atribulado que cancelou quase todos os grandes eventos automobilísticos, em 2021 volta a existir uma janela de oportunidade para juntar os amantes dos veículos motorizados. Desse modo, o Museu do Caramulo, conjuntamente com o ACP voltam a colocar de pé o Caramulo Motorfestival.

Alexandre Camacho arranca para o Rali Vinho da Madeira com o “objetivo de tentar vencer pela quarta vez a prova. Vamos ter adversários muito fortes, como o Miguel Nunes e o Pedro Paixão, e também poderá aparecer algum piloto continental na luta pela primeira posição. O ritmo nas provas do campeonato madeirense tem vindo a subir de evento em evento e creio que este rali irá ser muito competitivo e muito rápido, de grande qualidade. Fizemos os primeiros quilómetros com o nosso carro atual em Machico e, nesse sentido e comas indicações que recolhemos nessa participação, estivemos a trabalhar em algumas coisas que poderiam ser melhoradas pois pretendo ter tudo à minha medida”.

A partir de hoje e até à próxima quarta-feira serão muitas as sessões de testes privadas que decorrerão um pouco por toda a ilha. Nestes testes as equipas tentam replicar ao máximo as características do terreno que encontrarão na prova propriamente dita e, nessas condições, procuram o melhor acerto possível para suspensões, alinhamentos, relações de transmissão e a própria gestão eletrónica dos motores.

O traçado utilizado foi o mesmo dos anos anteriores, mas este ano, fruto dos melhoramentos efetuados pela Câmara Municipal de Melgaço e pelo Centro de Estágios de Melgaço, os pilotos encontraram um traçado muito mais rápido, mais seguro, mais desafiante, e que proporciona batalhas muito mais competitivas. Durante todo o fim-de-semana, foram inúmeros os elogios feitos pelos pilotos.

Num fim‑de‑semana inédito o campeão nacional de Trial, Diogo Vieira, conseguiu em menos de 24 horas vencer duas provas de campeonatos nacionais distintos. Na noite de Sábado foi primeiro no Super Enduro e ao final da tarde de Domingo subiu ao degrau mais alto do pódio naquela que foi a terceira prova do Nacional de Trial.