user_mobilelogo
É já no próximo fim-de-semana que vai poder rever no Autódromo do Estoril as fantásticas máquinas que marcaram a categoria máxima do desporto automóvel nas décadas de 70 e 80, mas também nos longínquos anos de 1920 a 1960. A F1 Classic e a HGPCA regressam ao Estoril e logo com inúmeros pontos de interesse.

A quinta e última etapa do 16º Troféu YAMAHA disputou-se este domingo, dia 6 de outubro, em Rio Maior que recebeu na famosa “Pista do Areeiro” uma grande enchente de público e contou com a presença de 278 pilotos que foram os protagonistas de uma jornada muito bem disputada.

Vitória importantíssima para as aspirações de Ott Tanak num rali onde a Toyota não ganhava desde 1996. O estónio atacou na altura certa, para gerir depois uma prova onde controlou à distância os seus principais opositores. Tanak até a Power Stage venceu, saindo de Gales com a pontuação máxima, o que lhe dá a liderança do WRC ainda mais folgada. Mas tanto Neuville como Ogier tentaram responder à letra ao domínio de Tanak. Neuville ficou no 2º lugar a 10,9 segundos da vitória e Ogier terminou no 3º lugar a 23,8 segundos do vencedor.

Tradicional prova de encerramento do campeonato português de ralis, o Rallye Casinos do Algarve vai para a estrada a 01 e 02 de Novembro, com 120 quilómetros de especiais de classificação a percorrerem os municípios de Lagoa, Portimão, Monchique e Lagos.

Fiel à sua reputação de rali particularmente seletivo devido, muito em particular, às suas condições meteorológicas instáveis, esta edição do Rali de Gales GB viu Sébastien Ogier e Julien Ingrassia subir ao terceiro lugar do pódio, ao passo que Esapekka Lappi e Janne Ferm, de regresso à prova em Rally 2, com o objetivo de atingirem o seu final, acumularam uma experiência considerável.

  • Segunda etapa muito complicada para pilotos da Franco Sport

Depois de uma primeira etapa muito positiva, as duplas da Franco Sport tiveram diversos contratempos ao longo da segunda etapa do Rallye do Maroc onde tiveram de enfrentar 394 quilómetros cronometrados a sua maioria em piso de areia e com muitas dunas.

  • A prova da Marinha Grande foi disputada à décima, tendo terminado com os dois primeiros classificados separados por escassas seis décimas de segundo
  • Segunda vitória consecutiva para a dupla José Pedro Fontes/Inês Ponte, depois do triunfo assegurado em Amarante.
  • Vencendo três das oito especiais, José Pedro Fontes somou mais 26,5 pontos em termos de campeonato e à partida para a última ronda do campeonato está entre o restrito lote de quatro pilotos que ainda tem hipóteses de lutar pelo título, que se decidirá no Rali do Algarve.

Chegou ao fim a penúltima prova do Campeonato de Portugal de Ralis 2019, o Rali Centro de Portugal, levado a cabo pelo Clube Automóvel da Marinha Grande e disputado em pisos de asfalto. Rubricando uma exibição magistral a dupla José Pedro Fontes/Inês Ponte venceu, pela segunda vez consecutiva esta época, o rali de asfalto da zona centro aos comandos do Citroën C3 R5 do Citroën Vodafone Team. O piloto do Porto entrou no rali a ganhar, sendo o primeiro líder da prova. Todavia, a concorrência estava à espreita e dai em diante e ao longo dos dois dias de ralis, foram várias as trocas de líder, entre José Pedro Fontes e Ricardo Teodósio.