user_mobilelogo

Filipe Albuquerque já efectuou o primeiro teste ao DS E-Tense FE20 da DS Techeetah – Formula E hoje em Marrocos. O piloto português foi contratado pela equipa para piloto de desenvolvimento com vista a ajudar António Félix da Costa e Jean-Éric Vergne a continuarem a senda de bons resultados no Campeonato do Mundo.

A Baja TT ACP Santiago do Cacém/Grândola, no próximo fim de semana (7 e 8 de Março), marca a estreia de uma nova dupla, José Faria/Crisália Faria, no Campeonato de Portugal de TT. O Ford Proto da Espoauto, preparado e assistido pela equipa PRK Sport, com o qual o antigo campeão de ralis de iniciados regressou à competição na Baja Vindimas do Alentejo, no passado mês de Fevereiro, terá agora outro navegador. Crisália Faria, filha do piloto de Esposende, passa a fazer dupla com o pai, herdando o lugar do consagrado José Janela.

«Tinha uns 16 ou 17 anos e as rádios, piratas, ou livres, eram um fenómeno emergente, que despoletava discussões, mas sobretudo que despertava paixões e servia de trampolim para muitos profissionais que, se calhar sem o saberem, se estavam a transformar nisso mesmo.

Depois da experiência em 2018, Filipe Albuquerque está de regresso à Stock Brasil no próximo fim-de-semana de 28 e 29 de Março ao lado de Rubens Barrichello na corrida de duplas no Autódromo Internacional de Goiânia.

Vila Real vai vestir-se a rigor já no próximo fim-de-semana, com a chegada do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2020.  Nos dias 7 e 8 de março, as famosas curvas de Murça vão ter honras de abertura da nova época de competição, que se apresenta com algumas alterações regulamentares importantes e com mudanças significativas de calendário. Este ano, e pela primeira vez, a Rampa Porca de Murça conta com o maior número de inscritos, onde à habitual festa se vai juntar um veículo elétrico. «É o Tesla P100D Electric GT de Ricardo Gomes, cujo motor, com transmissão integral automática, debita uma potência de 778 cv e necessita de apenas 2,1 segundos para acelerar dos 0 aos 100 km/hora» referiu o CAMI Motosport.

Quatro dezenas de equipas inscritas no Rali da Bairrada prometem uma emocionante prova sob a chancela do Clube Automóvel do Centro. Com um “cardápio” que integra pilotos e máquinas do Campeonato Centro de Ralis, Campeonato de Portugal Clássicos de Ralis, Desafio Kumho Centro e Desafio Kumho Asfalto, a competição está dotado de todos os ingredientes de qualidade nos pisos de asfalto de Vagos.

O Circuito do Estoril foi a alternativa encontrada pelas 24H Series ao impedimento de realizar a sua primeira jornada em Monza, em consequência às restrições impostas em Itália devido ao coronavírus.