user_mobilelogo

Disputa-se no próximo fim-de-semana, a terceira jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a caravana da montanha a deslocar-se até à Covilhã para disputar a Rampa da Serra da Estrela. Esta prova com organização a cargo do CAMI e apoiada entusiasticamente pela Câmara da Covilhã, - que aposta firmemente na internacionalização da sua rampa -, será certamente mais um duro desafio para máquinas e pilotos.

Em ritmo intenso o campeonato nacional de motocross continua sem sofrer paragens e depois do regresso ao traçado de Águeda na passada semana a caravana esteve hoje novamente no Ribatejo para discutir na pista da Carneira na Moçarria a sétima prova do calendário.

A organização do Vodafone Rally de Portugal decidiu reintroduzir a classificativa de Luílhas, uma novidade desde que a prova do Automóvel Club de Portugal voltou ao norte do país. No novo troço, Sébastien Ogier foi rei. Em 11,91 km, o líder do campeonato ganhou 3,3 segundos a Dani Sordo e a Thierry Neuville, que fizeram a mesma marca, e o belga viu a liderança mais longe. Primeiro e segundo estão separados por 19,3 segundos. 

Perante uma multidão que rondou os 100.000 espectadores Miguel Oliveira realizou hoje a quinta corrida do campeonato do mundo de Moto2, uma prova complicada no final de um fim‑de‑semana onde o piloto e a equipa da KTM tentaram sempre encontrar o melhor equilíbrio para um conjunto que fez a sua estreia no recentemente asfaltado circuito Bugatti perto da cidade de Le Mans em França.

Depois de uma primeira etapa muito disputada, o segundo dia do Vodafone Rally de Portugal trouxe uma maior definição às posições dos concorrentes e um aumento das diferenças de tempo entre as equipas. Continuando a fazer uma prova muito sólida, Craig Breen e Scott Martin chegaram ao fim do dia no quinto posto da geral. Todas as quatro equipas do Citroën Total Abu Dhabi WRT continuam em prova, a caminho do sprint final de domingo.

Sébastien Ogier repetiu o feito de Thierry Neuville em 2017 e tornou-se o segundo piloto a vencer por duas ocasiões na presente temporada. Depois do triunfo em Monte Carlo, o piloto da M-Sport ganhou o Vodafone Rally de Portugal e distanciou-se da concorrência no Campeonato do Mundo.

Primeira passagem pela especial de Amarante ditou o fim de linha para o Campeonato Nacional de Ralis, integrado no Vodafone Rali de Portugal, com Ricardo Teodósio e José Teixeira a lograrem o terceiro lugar do pódio.