user_mobilelogo

No regresso aos trilhos para cumprir os últimos dois dias do campeonato nacional de Enduro, Diogo Ventura esteve no passado fim-de-semana em Águeda para enfrentar a derradeira prova do campeonato nacional. Aos  comandos da Honda CRF 450R com as cores da Lousãmotos e do Góis Moto Clube o já vencedor do campeonato nacional queria fechar a temporada da melhor forma, se possível com mais uma dupla vitória.

No fecho de mais uma competitiva época de enduro a cidade de Águeda e o dinâmico Águeda Action Club foram anfitriões dos derradeiros dois dias da época. Uma jornada dupla - a segunda do ano - realizada sob temperaturas elevadas ao longo de um percurso com meia centena de quilómetros onde estavam desenhadas as três especiais que fizeram parte do 'programa' deste fecho de época 2017.

O vencedor do Rally de Portugal Histórico do ano passado, Yves Deflandre, voltou a dar cartas nesta edição de 2017. Depois de ter assumido a liderança na manhã de quarta-feira, na segunda secção que ligou a Figueira da Foz a Arganil, o piloto do Porsche 911 de 1972 não deu qualquer hipótese aos rivais.

Com participação lusa em todas as três categorias, a 46ª edição da Coupe de l'Avenir está este fim-de-semana a ser realizada e discutida na localidade belga de Quievrain. Destinada aos pilotos mais jovens a prova gaulesa integra as classes 65, 85 e ainda uma classe Open, sendo que na categoria intermédia os lusos defendem o terceiro lugar conseguido no passado ano.

O vencedor do Rally de Portugal Histórico do ano passado, Yves Deflandre, voltou a dar cartas nesta edição de 2017. Depois de ter assumido a liderança na manhã de quarta-feira, na segunda secção que ligou a Figueira da Foz a Arganil, o piloto do Porsche 911 de 1972 não deu qualquer hipótese aos rivais.

Yves Deflandre e Joseph Lambert garantiram a segunda vitória consecutiva no Rally de Portugal Histórico, mas o que chegou a parecer um triunfo fácil, foi tudo menos isso, com a noite de Sintra a exigir trabalho extra à dupla vencedora, e não só.

O vencedor do Rally de Portugal Histórico do ano passado, Yves Deflandre, voltou a dar cartas nesta edição de 2017. Depois de ter assumido a liderança na manhã de quarta-feira, na segunda secção que ligou a Figueira da Foz a Arganil, o piloto do Porsche 911 de 1972 não deu qualquer hipótese aos rivais.

A controlar a vantagem conseguida desde quarta-feira, o belga passeou pelos troços do centro do País e foi aumentando ainda mais a margem de forma paulatina até chegar ao Kartódromo dos Milagres, palco da Prova de Regularidade por Sectores desta sexta-feira.