user_mobilelogo

Após um excelente primeiro ano internacional no TCR Germany, onde encontrou um dos campeonatos mais competitivos de sempre que alguma vez se viu nos turismos e, no mesmo ano ter participado no European Touring Car Cup em Vila Real, José Rodrigues está de volta aos grandes palcos europeus para mais uma aposta internacional na sua carreira, ao optar em 2018 pelo TCR Italy, ou seja, o Campeonato Italiano de Turismo.

Cumprida que foi a sétima e penúltima etapa do Morocco Desert Challenge e o português Mário Patrão está apenas a 220 quilómetros de alcançar a sua primeira grande vitória internacional . Campeão nacional por sete vezes o piloto inscrito pelo CRÉDITO AGRICOLA KTM BAHCO lidera desde a etapa inicial esta grande maratona africana. Hoje naquela que foi a segunda etapa mais longa deste Morocco Desert Challenge e que levou os concorrentes de Boudnib - Matarka, Mário Patrão gastou 5hh09m22s a completar o setor cronometrado de 410 quilómetros que percorreu pistas rápidas e técnicas das planícies de Hamada e do planalto de Rekkam.

  • Piloto Yamaha é o quarto classificado do Dakar Challenge

António Maio concluiu hoje a sua participação no Merzouga Rally, competição de todo-o-terreno que tem vindo a ser disputada em Marrocos desde o passado dia 15 de abril, averbando um quarto posto do Dakar Challenge, competição destinada aos pilotos que nunca participaram no Dakar e que conta com mais de meia centena de inscritos. Na derradeira especial de 50 quilómetros cronometrados, que hoje se cumpriu, totalmente disputada nas dunas, o campeão nacional de todo-o-terreno 2018 e atual lider do Campeonato, pode disfrutar de forma inédita de uma partida em linha.

Elisabete Jacinto concluiu hoje a sua participação no 10º Morocco Desert Challenge ao terminar a oitava etapa desta maratona africana de todo-o-terreno que se cumpriu entre Tendrara e Oujda. A equipa Bio-Ritmo® realizou esta curta mas exigente jornada, composta por 220 quilómetros cronometrados, em 2h28m20s alcançando o 12º posto entre os camiões. O trio constituído por Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho teve que lidar com um furo a meio da especial o que atrasou a sua progressão.

A cidade de Castelo Branco volta a ser, entre os dias 4 e 6 do próximo mês, a capital mundial do enduro. Depois de no ano passado, os melhores pilotos da especialidade terem competido na capital da Beira Baixa, a elite volta à região para discutir as melhores posições na terceira ronda do campeonato do mundo da modalidade.

A piloto Elisabete Jacinto alcançou o sexto lugar entre os camiões na sétima e penúltima etapa do Morocco Desert Challenge, que se disputou hoje entre Boudnib e Matarka, tendo progredido 10 posições relativamente à especial de ontem. Nesta jornada, onde foram percorridos 410 quilómetros cronometrados, os portugueses gastaram 5h11m55s apenas mais 17 minutos que o checo Ales Loprais, o vencedor da etapa de hoje entre os T4 e que continua a liderar a classificação geral da classe, e somente sete automóveis foram mais rápidos a concluir o sector selectivo que a equipa Bio-Ritmo®.

A piloto Elisabete Jacinto completou hoje a sexta etapa do Morocco Desert Challenge, uma das jornadas mais complicadas de todo o rali onde foram cumpridos 306 quilómetros ao cronómetro num percurso que incluía mais uma passagem pelas majestosas dunas do Erg Chebbi e outra pelo Erg Znaigui.