user_mobilelogo

Ao fechar a qualificação para o GP das Américas na sétima posição Miguel Oliveira assegurou hoje no Texas, a abertura da terceira linha da grelha de partida para a terceira ronda do campeonato do mundo de Moto2.

Num momento raro e inesperado Diogo Ventura foi hoje forçado a desistir no primeiro dia da segunda prova do campeonato do mundo de enduro. Localizada na província de Murcia a cidade de Puerto Lumbreras foi a escolhida para receber a segunda ronda do campeonato e Diogo Ventura faz aqui a sua estreia na classe maior da especialidade, a EnduroGP.

Acidente logo na partida da prova, provocou danos no Lamborghini #78 que obrigou à desistência.

A prova de Monza não correu de feição à equipa do Lamborghini #78 da Barwell Motorsport pois partindo do 44º lugar da grelha, ficou sujeita às contingências da carambola ocorrida no arranque, provocando a desistência.

O atual campeão do mundo de rallycross, o sueco Mattias Ekström, foi o grande vencedor da prova do Campeonato do Mundo realizada, este fim de semana, no circuito internacional de Montalegre. Tal como sucedeu na prova inaugural, realizada em Barcelona, também no Barroso o piloto nórdico não deu hipótese à forte concorrência, com destaque para o francês Sébastien Loeb, segundo, e Johan Kristoffersson, a terminar na última posição do pódio.

Elisabete Jacinto subiu hoje ao terceiro lugar do pódio da competição destinada aos camiões do Morocco Desert Challenge. A equipa Bio-Ritmo® alcançou os objectivos traçados para esta corrida depois de terminar a sétima e última jornada desta maratona africana, onde conquistou o quarto posto da classificação na sua classe. Os portugueses demoraram 1h19m52s a cumprir os 138 quilómetros cronometrados que compunham a etapa que ligou Tendrara a Oujda tendo terminado a especial com uma diferença de 5m25s para o holandês Martin Van Den Brink,  o grande vencedor da categoria camião desta prova. Para além de três camiões, apenas dois carros foram mais rápidos que Elisabete Jacinto a realizar o traçado de hoje.

  • Um hora perdida pelo piloto da Honda na etapa inicial condicionou resultado final

Pedro Bianchi Prata concluiu hoje a sua participação no Marocco Desert Challenge com mais uma vitória em etapa, a terceira que o piloto da Honda alcançou nesta prova. Depois de na véspera ter passado virtualmente pelo comando completou a corrida na 2ª posição. Um resultado muito condicionado pela hora que perdeu na etapa inicial com aqui refere o piloto no balanço que faz da prova.

  • Opel Mokka Proto “Made in Portugal” com dois pódios

Após sete dias e muitos milhares de quilómetros disputados ao cronómetro terminou hoje na cidade portuária de Saidia mais uma edição do Marocco Desert Challenge, a prova escolhida pelo campeão nacional Nuno Matos para iniciar um novo rumo na sua carreira, depois do título brilhantemente conquistado em 2016.