user_mobilelogo

A PEUGEOT e a REBELLION decidiram conjugar esforços para enfrentar o desafio do Campeonato do Mundo FIA de Resistência (FIA WEC) e das 24 Horas de Le Mans.

A partir de 2022, as duas entidades irão focar-se na sua paixão conjunta pela competição automóvel, nos sucessos alcançados por ambas na disciplina e nos seus pedigrees desportivos e tecnológicos para disputarem a nova categoria de resistência “Hypercar”, recorrendo a potência híbrida.

Depois de dois pódios já conquistados em provas do Campeonato Nacional de Rally Raid AJP 2019, Fausto Mota vai disputar a derradeira jornada do respetivo Campeonato que durante o fim de semana vai percorrer as pistas do concelho de Alcanena e dos municípios limítrofes. O piloto de Marco de Canaveses ocupa o quarto lugar do CNRR AJP 2019 e parte para esta prova com a possibilidade de disputar o título de campeão nacional.

  • Dia 5 de Dezembro, às 18h00, na loja da Touratech em Lisboa

No próximo dia 5 de dezembro, na loja da Touratech em Lisboa, realiza-se a apresentação oficial ao público e imprensa do Big Trail Challenge 2020 que realizará de 24 de Abril a 3 de Maio a sua 4ª edição.

Foi hoje ratificado no Conselho Mundial da FIA em Paris que a Rampa de Boticas integrará, em 2020, o Campeonato da Europa FIA de Montanha e a Rampa da Falperra receberá o FIA Hill Climb Masters, uma prova única que acontece desde 2014 e de dois em dois anos em diferentes países, reunindo os vencedores dos campeonatos nacionais reconhecidos pelas suas federações, bem como os vencedores do Campeonato, Challenge e Taça da FIA. Para este evento, cada um dos campeões terá de correr ao volante do carro que usou durante a temporada.

O Clube Escape Livre volta a oferecer, pelo quinto ano consecutivo, a Bolsa de Mérito João Lopes a um aluno do Instituto Politécnico da Guarda. Este ano, foi vencedora Natacha Fernandes.  

Tendo participado em algumas provas do Campeonato Portugal de Montanha JC Group 2019, para 2020, o piloto oftalmologista do Porto, tem já prevista a sua participação como nos explicou “ para a época de 2020, será muito similar à que foi a de 2019, isto é, não irei fazer a totalidade do Campeonato, mas sim três ou quatro provas, isso motivado por afazeres profissionais e familiares.Lembro que o automobilismo é para mim um hobby”, Quanto  às provas em que pretende estar presente adiantou-nos “ serão três ou quatro na Montanha e o rali de Mesão Frio, nada mais do que isso”, conclui Manuel Pereira.

Terminada a temporada do Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis, Vitor Calisto encerrou a época revivendo o passado, voltando a disputar o Rali das Camélias e contando com António Cirne no banco do lado direito.