user_mobilelogo

Joana Barbosa e Sofia Mouta tem tudo a postos para enfrentar o Rali Casinos de Espinho, de 21 a 22 de Abril, mas uma etapa do Campeonato Nacional de Ralis.

A dupla de Braga regressa aos comandos do Ford Fiesta, depois de uma prova com o Abarth 500, mas será também a estreia com o novo carro em pisos de asfalto: “Já temos uma ideia do que o carro permite em asfalto e por isso esperamos tirar o melhor partido. Acredito numa rápida adaptação e daremos o nosso melhor para terminar o rali com a melhor classificação possível”, adianta Joana Barbosa.

Ausentes nos Açores Paulo Neto / Vitor Hugo regressam ao Nacional de Ralis com aspirações de lutar pelos lugares do pódio das duas rodas motrizes no Rallye Casino de Espinho.

O Rallye Casino de Espinho tem dois antecedentes motivadores para a dupla Paulo Neto / Vitor Hugo. Na prova anterior, em Castelo Branco, fizeram uma excelente exibição, como em 2016, no mesmo Rallye Casino de Espinho tiveram a melhor prestação da temporada.

  • Piloto Honda perde uma hora mas regista 7º tempo

Pedro Bianchi Prata iniciou a sua participação no Morocco Desert Challenge com uma longa etapa, cumprida pelos primeiros em mais de sete horas. O piloto português que esteve quase toda a prova no grupo da frente, onde foram várias as peripécias vividas, acabou por ser traído pela água.

A piloto portuguesa Elisabete Jacinto iniciou hoje a sua participação no Morocco Desert Challenge com uma vitória entre os camiões. A primeira etapa desta grande competição africana, cumprida entre Agadir e Icht, foi particularmente dura. Os 387 quilómetros cronometrados que compunham esta especial foram feitos em solos irregulares, com muita pedra e pistas estreitas que dificultaram a progressão das equipas no terreno.

  • Reynard 903 com que o piloto venceu o GP de Macau em 1990, em Lisboa

Um clássico com garra: depois estar em exposição no Museu do Caramulo, o Reynard 903 pilotado por Schumacher estará em destaque no Motorclássico.

  • Dupla do Opel Mokka Proto com excelente prestação

A dupla Nuno Matos / Nuno Silva estreou-se hoje da melhor maneira no Morocco Desert Challenge, dia em que se disputou a 1ª etapa desta grande maratona africana. A dupla portuguesa, que ostenta o número 308, cumpriu com extremo rigor os 387 quilómetros que ligam Plage Blanche a Icht, tendo terminado a especial de hoje na segunda posição da classificação geral.

Muito e intenso trabalho tem vindo a ser realizado no Crossódromo Internacional de Águeda com vista à preparação do recinto e da pista para acolher o campeonato do mundo nos próximos dias 1 e 2 de Julho, no que será o regresso do mundial à Capital do Motocross quatro anos depois da derradeira visita do campeonato ao complexo de Águeda.