user_mobilelogo
  • A Alpine Cars, a Renault Sport Cars (RSC) e a Renault Sport Racing (RSR) reúnem-se sob a marca Alpine.
  • A nova entidade Alpine combinará a excelência tecnológica e a paixão pela competição, para desenvolver automóveis desportivos de elevadas performances, autênticos e exclusivos.
  • Uma entidade que combina o “know how” único da engenharia da RSC e da RSR, a fábrica de Dieppe, a exposição mediática da Fórmula 1 e a herança da marca Alpine.
  • Uma gama 100% elétrica que integra tecnologias de ponta com origem na Fórmula 1.
  • Um protocolo de acordo com o líder dos automóveis desportivos leves e icónicos, a Lotus, para desenvolver uma nova geração de automóveis desportivos 100% elétricos.
  • Utilização ao máximo dos ativos do Grupo Renault e da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi para otimizar os custos.
  • Atingir a rentabilidade até 2025, incluindo o investimento na competição automóvel.

A Alpine anunciou, hoje, os planos de crescimento, a longo prazo, como marca do Grupo Renault dedicada a automóveis desportivos, inovadores, autênticos e exclusivos.

  • A saga da Dacia continua com um novo capítulo baseado num modelo de negócio sólido, reforçado e particularmente eficiente.
  • A criação da nova unidade de negócio Dacia-Lada vai impulsionar a competitividade da Dacia através das sinergias, ao nível da engenharia e da fabricação, com a Lada.
  • O Dacia Bigster Concept incarna a evolução da marca Dacia, rompendo com os padrões do segmento C.
  • A filosofia Dacia manter-se-á. Tão acessível como sempre, com um toque de modernidade. 

Como parte do plano estratégico Renaulution do Grupo Renault, a Dacia revelou a estratégia para os próximos 5 anos. Com a criação da unidade de negócio Dacia-Lada, a Dacia vai poder incrementar a eficiência e a competitividade, indo mais além em termos de produtos e de mercados. O Bigster Concept abre caminho para novos horizontes da Dacia, nomeadamente no segmento C.

  • No dia 28 de janeiro, o economista Thierry Malleret apresentará os destaques do livro COVID-19: The Great Reset, escrito com Klaus Schwab, fundador do Fórum Económico Mundial
  • Santa Salut e Ganges irão inaugurar a 23 de janeiro as Barcelona Z Sessions¸ um novo ciclo de concertos para apoiar o talento da Geração Z
  • CASA SEAT prolonga a exposição de automóveis históricos 70 anos em movimento até 30 de janeiro e vai expor novos modelos escolhidos pelo público todas as semanas
  • As atividades culturais são gratuitas mediante reserva de lugar em www.casa.seat, onde também se oferecem as transmissões em direto e as suas gravações

 
CASA SEAT celebra o seu primeiro semestre e enfrenta 2021 com a intenção de continuar a ser o ponto de encontro da mobilidade e da cultura, um espaço que convida a cocriar as soluções do futuro e dinamizar a vida cultural dos cidadãos. Na sequência deste compromisso, a CASA SEAT acolherá no dia 28 de janeiro uma palestra do economista Thierry Malleret coincidindo com a celebração digital deste ano do Fórum Económico Mundial de Davos. O fundador da plataforma Monthly Barometer e coautor do livro Covid-19: The Great Reset com Klaus Schwab, fundador e presidente executivo do Fórum Económico Mundial, vai discutir neste encontro as implicações que a pandemia teve e terá na nossa sociedade e explorar as possibilidades de construir um mundo mais inclusivo, equitativo e respeitoso.

  • FREE NOW é a primeira plataforma de mobilidade na Europa a alcançar o Plano Net-Zero;
  • A meta é que toda a frota tenha emissão zero até 2030 em todos os mercados europeus;
  • Em Portugal, 22% das viagens já são feitas na categoria Ride Eco; Entrada de novos veículos em 2021 só se forem elétricos; 

Metade da frota automóvel da FREE NOW na Europa será elétrica em 2025 e 100% das viagens terão 0 emissões em 2030, anunciou hoje a plataforma de mobilidade líder na Europa. A FREE NOW compromete-se assim com a iniciativa global de metas científicas (SBTi) e com o objetivo de atingir as metas do Acordo de Paris pelo menos 10 anos antes.

Num mercado de 2020 em forte quebra (-34% em Passageiros + Comerciais Ligeiros), a Renault aumentou quase 28% as vendas de automóveis elétricos, conquistando a liderança deste mercado, com 17,5% de quota de mercado (VP+VCL).

Depois da aprovação pelo Conselho de Administração, Luca de Meo, CEO do Grupo Renault, apresenta, hoje, "Renaulution". Um novo plano estratégico que visa reorientar a estratégia do Grupo Renault da procura dos volumes para a criação de valor.

  • cD de apenas 0.32: o coeficiente de resistência ao ar do novo Mokka está entre os mais reduzidos da sua classe;
  • Defletores de ar: melhoria na penetração no ar e separação de correntes nas rodas;
  • Fecho automático da cortina do radiador sempre que é exigido menor arrefecimento.

O ‘design’ exterior do novo Opel Mokka não é apenas puro e arrojado, mas também aerodinamicamente eficiente, tipicamente Opel. Com um coeficiente de penetração no ar (cD) de apenas 0.32, o novo Mokka apresenta um dos valores mais reduzidos do seu segmento, juntando-se aos demais campeões aerodinâmicos da marca, desde o recordista Opel Calibra (cD de 0.26) até os atuais líderes de classe Astra (0.26) e Insignia (0.25).