user_mobilelogo
  • A mais pura concentração da competência da Squadra Corse no desporto motorizado, derivada dos Lamborghini Huracán Super Trofeo EVO e GT3 de competição, aplicada num superdesportivo homologado para circular na via pública
  • Solução de baixo peso única da Lamborghini, com uma aerodinâmica e uma engenharia de competição de nível superior, criam a mais autêntica sensação de condução, a todo o momento
  • Potência de 640 cv (470 kW), 565 Nm de binário às 6500 rpm, relação peso/potência de 2,09 kg/cv, aceleração 0-100 km/h em 3,0 segundos, travagem 100-0 km/h em 30,0 metros, com o ritmo e a eficácia dinâmica capazes de permitir bater recordes em pista

Sant’Agata Bolognese, 18 de novembro de 2020 – A Automobili Lamborghini apresenta o Lamborghini Huracán STO - Super Trofeo Omologata: um automóvel superdesportivo homologado para a estrada, inspirado pela herança na competição do protagonista do campeonato monomarca Huracán Super Trofeo EVO da Lamborghini Squadra Corse, assim como pelo seu três vezes vencedor das 24 Horas de Daytona e duas vezes vencedor das 12 Horas de Sebring, o Huracán GT3 EVO.

Com a sua unidade motriz V10 naturalmente aspirada de 640 cv (470 kW), capaz de disponibilizar 565 Nm às 6500 rpm, o Huracán STO de tração traseira proporciona uma arrebatadora aceleração de 3,0 segundos nos 0-100 km/h, de 9,0 segundos nos 0-200 km/h, e uma velocidade máxima de 310 km/h. Porém, o seu coração bate com a euforia e a emoção de um carro de corridas. A superior eficiência aerodinâmica, o uso extensivo de materiais leves, a direção sem compromissos e a performance de travagem de primeira classe garantem que o Huracán STO proporciona a emoção de uma experiência em pista sempre que for conduzido em estrada.

“O Huracán STO é a mais pura encarnação da herança da Lamborghini Squadra Corse, transferindo diretamente tecnologias do Huracán Super Trofeo EVO, e assentando no feito único do Huracán GT3 EVO, de vencer por três vezes consecutivas as 24 Horas de Daytona”, refere o Presidente e CEO da Automobili Lamborghini, Stefano Domenicali. Maurizio Reggiani, Chief Technical Officer, acrescenta: “O Huracán STO proporciona toda a emoção de um automóvel superdesportivo preciosamente equilibrado, leve e superior em termos aerodinâmicos, que espelha a sensação de condução e o entusiasmo do Super Trofeo, e está perfeitamente afinado para as mais exigentes pistas do mundo, mas foi criado para a estrada. As extensivas soluções técnicas e sabedoria obtidas nos programas Super Trofeo e GT3 foram refinadas e incorporadas no Huracán STO, permitindo ao condutor experienciar as emoções de um piloto de competição, diariamente, num superdesportivo da Lamborghini autorizado a circular na via pública e capaz de bater recordes em circuito”.

Superioridade aerodinâmica e de baixo peso num design de superdesportivo

O Huracán STO conta com um design exterior inteiramente novo, em que o seu inimitável perfil Lamborghini foi revisto para otimizar o fluxo de ar. Mitja Borkert, Diretor do Lamborghini Centro Stile: “Os automóveis de competição são sempre uma forte inspiração para o nosso design. O Huracán STO reflete de modo admirável a transferência de tecnologia oriunda dos nossos bem-sucedidos Huracán de competição, patente em cada detalhe estético”.

Todos os atributos do Huracán STO derivam da eficiência aerodinâmica e das tecnologias de baixo peso exigidas na competição automóvel. O Huracán STO incorpora o princípio de que o design da Lamborghini segue sempre a função: ainda mais válido para um automóvel homologado para circular na via pública, mas inspirado por um automóvel de competição. O Huracán STO resulta da colaboração entre os departamentos de I&D, Squadra Corse e Centro Stile da Lamborghini, em que cada linha e cada caraterística são esteticamente notáveis e, ao mesmo tempo, otimizadas para garantir a melhor performance de condução.

As abrangentes soluções aerodinâmicas inspiradas pelos automóveis de competição da Squadra Corse maximizam a performance aerodinâmica. As mais importantes:

Cofango com condutas de ar, splitter dianteiro e persianas

O capô, os guarda-lamas e o para-choques dianteiros constituem um único componente: o ‘cofango’ criado pelos engenheiros da Lamborghini combina o ‘cofano’ (capô) e os ‘parafangos’ (guarda-lamas), incluindo o para-choques dianteiro, e foi inspirado pelo Lamborghini Miura e pelo mais recente Sesto Elemento. Não só é leve, como é, também, um atributo que permite reduzir o tempo de acesso em assistência nas corridas.

Novas condutas de ar no capô dianteiro aumentam o fluxo de ar através do radiador central, para melhorar a refrigeração do motor, bem como para ajudar a gerar downforce. O cofango incorpora, também, um novo splitter dianteiro, dirigindo o fluxo de ar para o fundo do veículo de novo desenho, e para o difusor traseiro.

O cofango foi modelado para desviar o fluxo de ar no topo dos guarda-lamas dianteiros, que incorporam persianas para maximizar o fluxo de ar que sai das cavas das rodas, reduzindo a pressão no interior e aumentando a downforce na dianteira. O perfil lateral do cofango direciona o fluxo de ar em torno das rodas dianteiras, reduzindo a resistência aerodinâmica.

Guarda-lamas traseiro com coletor de admissão NACA

Um novo guarda-lamas traseiro, derivado do Super Trofeo EVO, proporciona tanto uma redução da superfície frontal do veículo, e, por consequência, do arrasto, como incrementa a downforce sobre o eixo posterior e a eficiência aerodinâmica global. Um coletor de admissão NACA, integrado no guarda-lamas traseiro do STO, funciona como tomada de admissão de ar do motor, com a conduta encurtada a permitir alcançar uma diminuição de 30% das perdas de pressão estáticas.

Cobertura traseira do motor com saída de ventilação

O revisto design da cobertura traseira apresente uma saída de ventilação integrada, para melhorar o arrefecimento do ar sob a mesma. Defletores de ar dedicados, integrados na moldura do capô traseiro, gerem o substancial fluxo de ar proveniente do snorkel, de acordo com as necessidades de regulação de temperatura do motor e do coletor de escape.

Barbatana de tubarão

Uma ‘barbatana de tubarão’ integrada no capô traseiro melhora as capacidades dinâmicas do STO, particularmente em curva: nessas condições, o fluxo de ar proveniente da frente possui um ângulo de rotação, e os diferentes níveis de pressão, gerados pelos dois lados da barbatana, criam um efeito positivo na estabilidade direcional. A barbatana também contribui para direcionar o fluxo de ar para a asa posterior, incrementando a respetiva eficiência em curva.

Asa traseira regulável

A configuração aerodinâmica, com regulação manual, facilmente ajustável, da nova asa traseira otimiza o equilíbrio aerodinâmico e a resistência ao avanço de acordo com as caraterísticas da pista. Uma asa de fenda única, com aerofólios duplos, permite que a secção frontal do aerofólio rode em três posições para incrementar a downforce traseira. Ao reduzir a distância entre os aerofólios dianteiro e traseiro, é aumentada a compressão no lado superior, elevando a intensidade e a extensão de sucção no fundo do aerofólio dianteiro. O equilíbrio aerodinâmico do automóvel, pode, deste modo, flutuar 13%, adaptando o STO aos diferentes estilos de condução e condições.

Arrefecimento dos travões para a mais elevada performance

Novas condutas de arrefecimento dos travões dianteiros estão dedicadas ao arrefecimento dos discos e das pinças dos novos travões CCM-R, trabalhando em conjunto com as persianas de ar do cofango, que dissipam o ar quente das cavas das rodas dianteiras. Tomadas de ar adicionais, incluindo no fundo do veículo, e apêndices otimizados, estão situados na traseira.

Resultado aerodinâmico

O Huracán STO alcança o mais elevado nível de downforce da sua classe, com o melhor equilíbrio aerodinâmico para um automóvel de tração traseira, sendo a entrega de uma superior carga aerodinâmica um fator chave para o seu melhorado desempenho em curva. A eficiência global do fluxo de ar é melhorada em 37%, e um significativo aumento da downforce de 53% é obtido face ao Huracán Performante.

Abordagem de baixo peso

O Huracán STO recorre a fibra de carbono em mais de 75% dos seus painéis exteriores, beneficiando de estruturas complexas produzidas enquanto um componente único, para uma integridade aumentada, ao mesmo tempo que reduzem o peso graças ao menor número de pontos de fixação.

Fazendo uso da sua mestria em tecnologias de baixo peso, para o guarda-lamas traseiro o departamento de I&D da Lamborghini adotou uma técnica de ‘sanduiche’ de fibra de carbono utilizada na indústria aeroespacial. Graças a esta tecnologia, o Huracán STO utiliza menos 25% de material de fibra de carbono, enquanto mantém a mesma rigidez estrutural. Registando 1339 kg a seco, o peso do Huracán STO foi reduzido em 43 kg por comparação com o já muito ligeiro Huracán Performante.

O Huracán STO incorpora um para-brisas 20% mais leve do que o do Huracán Performante, e conta com jantes em magnésio, para a mais elevada relação resistência/peso, poupando ainda mais na balança por comparação com jantes em alumínio com o mesmo fator de carga.

As jantes em magnésio são revestidas por pneus Bridgestone Potenza feito sob medida, disponíveis em duas versões: uma focada numa utilização em estrada, a outra mais orientada para circuito. Ambas combinam compostos inovadores com uma aperfeiçoada eficiência da banda de rolamento, deste modo incrementando a precisão de condução e a aderência num amplo leque de temperaturas.

O Huracán STO: a Lamborghini Squadra Corse no seu coração

A partir do momento em que o motor é colocado em funcionamento, cada elemento do Huracán STO, por dentro e por fora, estimula a alma de um piloto de competição. O Huracán STO tem no seu coração o motor V10 aspirado dos Huracán EVO e Super Trofeo, debitando 640 cv (570 kW) e um binário de 565 Nm às 6500 rpm. Com vias alargadas, casquilhos de suspensão mais firmes, barras estabilizadoras específicas e o sistema de amortecimento MagneRide 2.0 da Lamborghini, o STO oferece toda a emoção de um automóvel de competição, ao mesmo tempo que proporciona uma confortável experiência em estrada. O motor foi calibrado para oferecer um desempenho extremamente desportivo e responsivo, com uma sensação pedal-acelerador muito direta e uma melhorada sonoridade nos altos regimes. A rapidez das passagens de caixa foi ulteriormente aumentada para proporcionar trocas de mudança altamente responsivas e céleres.

Uma direção com relação de desmultiplicação mais direta e fixa, e que inclui o sistema de rodas traseiras direcionais da Lamborghini, foi concebida para um ambiente de competição e proporciona uma relação mais intimista entre o condutor, o automóvel e a pista: o piloto está totalmente em contato com o asfalto, recebendo o feedback relativo ao comportamento do veículo na ponta dos dedos. Todos os aspetos relacionados com a herança e a tecnologia oriundas da competição do STO melhoram a sua capacidade para curvar mais rápido, maximizando a tração na saída: o Huracán STO é a confirmação de que as corridas se vencem mais nas curvas do que nas retas.

Três novos modos de condução ANIMA

Três novos modos de condução exemplificam o espírito da competição do Huracán STO, centrado nos ambientes de condução de alta performance: STO, Trofeo e Pioggia. O modo STO, selecionado por omissão, é para condução em estrada e divertimento em traçados sinuosos. Cada vertente do sistema de gestão da dinâmica do veículo Lamborghini Veicolo Dinamica Integrata (LDVI) é otimizado para todas as condições de estrada, e conjugado com uma afinação de suspensão orientada para a estrada. O ESC totalmente ativo pode ser desligado para o máximo divertimento ao volante, ao mesmo tempo que apoia o condutor.

No modo Trofeo, todos os sistemas são otimizados para asfalto seco e para os mais rápidos tempos por volta em pista. O LDVI garante a máxima performance através de estratégias dedicadas para a vectorização de binário e para o controlo de tração de alta performance, tanto nos sprints em reta, no modo ESC ON, como para os melhores tempos por volta, no modo ESC OFF. O novo algoritmo de estimativa da temperatura dos travões (BTM) permite ao condutor verificar em permanência a temperatura do sistema de travagem, e gerir o desgaste do sistema ao longo do seu ciclo de vida.

O modo Pioggia (chuva) otimiza o controlo de tração, a vectorização de binário, a direção às rodas traseiras e o ABS para asfalto molhado. O controlo de tração e o sistema de travagem são calibrados para minimizar a perda de aderência e o corte de binário do motor, com o sistema LDVI a efetuar uma estimativa precisa para entregar apenas o binário necessário em situações de piso molhado. A vectorização de binário reflete as baixas condições de aderência e garante o melhor desempenho em curva, ao passo que a suspensão é calibrada para maximizar a aderência e melhorar a transferência de massas. 

O novo sistema de travagem CCM-R

O ADN da competição do Huracán STO está em evidência no seu sistema de travagem. Com travões Brembo CCM-R assentes em materiais derivados de aplicações na F1, para garantirem uma superior durabilidade, os discos CCM-R proporcionam uma condutividade térmica quatro vezes superior. A resistência à fadiga é 60% superior quando comparada com a dos tradicionais travões CCB, sendo a potência máxima de travagem melhorada em 25%, e a desaceleração longitudinal em 7%. O que resulta numa robusta consistência de travagem em todas as condições de condução: a travagem oferece em feeling desportivo, pode ser modulada na perfeição e, assim, está otimizada para utilização em pista.

O interior do Huracán STO: concebido com um propósito

O interior do Huracán STO reflete a personalidade ligeira do exterior: uso extensivo de elementos em fibra de carbono em todo o cockpit, incluindo bancos desportivos totalmente em fibra de carbono; interior em Alcantara com a Carbonskin da Lamborghini; alcatifa substituída por tapetes em fibra de carbono; e ligeiros painéis interiores das portas totalmente em fibra de carbono, que se abrem através de simples pegas. Um arco de segurança traseiro, com cintos de segurança de quatro pontos de fixação, e o compartimento de bagagens de novo design, para albergar capacetes, sublinham o forte ADN da competição do Huracán STO. O arco traseiro, desenvolvido em cooperação com o nosso parceiro técnico Akrapovič, é construído em ligas de titânio de alta qualidade. É 40% mais leve do que os arcos traseiros convencionais em aço inoxidável.

Os novos gráficos do HMI (Human Machine Interface, interface homem-máquina) marcam presença no ecrã tátil do Huracán, que gere as funções do veículo, incluindo o indicador de modo de condução, o sistema LDVI, as pressões dos pneus a as temperaturas dos travões. Um sistema de telemetria totalmente conectado permite aos pilotos que tripulem o seu Huracán STO em pista monitorizarem e registarem o seu desempenho, e analisarem os dados através da App Lamborghini UNICA.

Os proprietários do Huracán STO podem personalizar totalmente tanto o exterior como o interior do seu carro de corridas para a estrada através do programa de personalização Ad Personam, com ilimitadas combinações de pintura e acabamentos, bem como de autocolantes ao estilo da competição. O conceito de uma decoração personalizada é inerente ao design do Huracán STO, tal como os carros de corrida do Huracán Super Trofeo alinham com as suas cores e decorações únicas na grelha de partida. As decorações de lançamento Blu Laufey e Arancio California são exemplo do espírito da competição jovem e desportivo do Huracán STO.

Preço e lançamento no mercado do Lamborghini Huracán STO

Os primeiros clientes receberão o novo Lamborghini Huracán STO na primavera de 2021, a um preço recomendado que é o seguinte:

Europa                 EUR 249 412 (preço de venda recomendado excluindo impostos)

Reino Unido      GBP 216 677 (preço de venda recomendado excluindo impostos)

EUA                       USD 327 838 (preço de venda recomendado excluindo impostos /GST)

China                    RMB 3 900 000 (preço de venda recomendado incluindo impostos)

Japão                    YEN 37 500 000 (preço de venda recomendado excluindo impostos)

Especificações Técnicas - Lamborghini Huracán STO

CHASSIS E CARROÇARIA

 

Chassis

Chassis híbrido construído em alumínio e fibra de carbono

Carroçaria

Painéis exteriores construídos em alumínio e, em boa parte, por material compósito. Capô dianteiro e “Cofango” em fibra de carbono

Suspensão

Suspensão por duplos triângulos em alumínio

Molas e amortecedores

Molas em aço e amortecedores hidráulicos, controlo eletromagnético do amortecimento “MagneRide”

Controlo eletrónico de estabilidade (ESC)

Caraterísticas do ESC/ABS podem ser ajustadas através do ANIMA,
ESC pode ser desativado

Direção

Direção assistida eletromecânica, rodas traseiras direcionais,
relação de desmultiplicação de 13,4:1

Travões

Sistema de travagem por duplo circuito hidráulico com unidade de assistência por servofreio por vácuo
Pinças em alumínio de 6 pistões (frente), pinças em alumínio de 4 pistões (atrás)

Discos de travão

Discos carbono-cerâmicos CCM-R, ventilados e perfurados
∅ 390 x 34 mm na frente, ∅ 360 x 28 mm atrás

Pneus (série)

Bridgestone Potenza 245/30 R20 (frente) – 305/30 R20 (atrás)

Jantes (série)

8,5J x 20'' (frente) – 11J x 20'' (atrás)

Espelhos

Retrovisores exteriores de comando elétrico

Airbags

Airbags dianteiros de duplo estágio. Airbags laterais.
Airbags para os joelhos em mercados específicos.

   

Motor

 

Tipo

Dez cilindros em V a 90°, injeção dupla IDS+MPI (direta+multiponto)

Capacidade

5204 cm3 (317.57 cu in)

Diâmetro x curso

84,5 mm x 92,8 mm (3.33 x 3.65 in)

Distribuição

Árvores de cames de admissão e escape com regulação continuamente variável

Taxa de compressão

12,7:1

Potência máxima

470 kW (640 cv) às 8000 rpm

Binário máximo

565 Nm (417 lb. ft.) às 6500 rpm

Classe de emissões

EURO 6 – LEV 3

Tratamento de gases de escape

Dois catalisadores com regulação lambda

Sistema de refrigeração

Sistemas de refrigeração por água e óleo

Gestão eletrónica do motor

Bosch MED 17 Master Slave

Lubrificação

Cárter seco

TRANSMISSÃO

 

Tipo

Sistema de tração traseira com diferencial autoblocante mecânico

Caixa de velocidades

Caixa LDF de dupla embraiagem e sete velocidades, caraterísticas de funcionamento

variáveis através do ANIMA

Embraiagem

Embraiagem de duplo prato ∅ 187 mm (7.36 in)

   

PRESTAÇÕES

 

Velocidade máxima

310 km/h

0–100 km/h

3,0 s

0–200 km/h

9,0 s

Travagem (100-0 km/h)

30,0 m

   

DIMENSÕES

 

Distância entre eixos

2620 mm (103,15 in)

Comprimento

4549 mm (179,10 in)

Largura

1945 mm (76,57 in)

Largura (incl. retrovisores ext.)

2236 mm (88,03 in)

Altura

1220 mm (48,03 in)

Via dianteira

1688 mm (66,46 in)

Via traseira

1647 mm (64,84 in)

Diâmetro de viragem

11,5 m

Peso (a seco)

1339 kg (2952 lb)

Relação peso/potência

2,09 kg/cv (4,61 lb/cv)

Repartição de peso

41% (frente) – 59% (atrás)

   

CAPACIDADES

 

Depósito de combustível

80 litros

Bagageira (frente)

38 litros

   

CONSUMOS

Ciclo WLTP

Emissões de CO2 combinadas

Os dados relativos a consumo de combustível e emissões estão em fase de aprovação, o veículo ainda não se encontra disponível para venda.

   

 ee180c75 cae8 82a4 71b7 2037dde88369