user_mobilelogo
  • Modelos Ford Performance demonstram amplitude das suas capacidades desde a propulsão totalmente eléctrica até às tecnologias desportivas nos SUV, num evento único em Goodwood
  • Mustang Mach-E 1400, totalmente elétrico, e o novo Puma ST vão ser vistos pela primeira vez em ação por uma audiência virtual global
  • Ford vai anunciar uma novidade excitante para os fãs dos carros de performance no festival de velocidade de Goodwood, a 16 de Outubro

A Ford está a demonstrar a um público virtual global todo o potencial dos mais recentes veículos de produção e protótipos de desempenho da empresa no festival de velocidade de Goodwood, no Reino Unido, de 16 a 18 de outubro - incluindo as estreias dinâmicas europeias do Mustang Mach E 14001 e do Puma ST.

Com uma potência de pico direcionada de mais de 1.400 cv, o Mustang Mach-E 1400 encarna os extremos do desempenho totalmente elétrico e mostra pela primeira vez as suas capacidades no Circuito Motorizado de Goodwood perto de Chichester, Reino Unido - pilotado por Vaughn Gittin Jr., fundador da RTR Vehicles e campeão de desportos motorizados.

O novo Puma ST é o primeiro SUV Ford Performance na Europa - melhorado com sofisticadas Tecnologias Desportivas, incluindo uma opção única de diferencial de deslizamento limitado (LSD), molas de força vetorial patenteadas e modos de condução selecionáveis de Eco a Pista.

A Ford está também preparada para dar mais notícias excitantes aos fãs de automóveis de desempenho mais arrojado em toda a Europa no festival de velocidade de Goodwood, a 16 de outubro.

"Este é um momento realmente excitante para a Ford Performance. Estamos a explorar como a eletrificação pode trazer um novo nível de diversão com projetos como o Mustang Mach-E 1400, e ao mesmo tempo, com o Puma ST, estamos a entregar a novos clientes o desempenho acessível e quotidiano que é o núcleo do que fazemos", disse Stefan Muenzinger, gestor da Ford Performance, Europa.

Numa vez única, a Goodwood SpeedWeek vai juntar o melhor do Festival de Velocidade e dos eventos com clássicos, transmitindo a ação de pista diretamente online para os fãs de automóveis.

Desempenho verdadeiramente elétrico

O protótipo único Mustang Mach-E 1400 é o último exemplo do desempenho oferecido pelos conjuntos de propulsão totalmente elétricos da Ford.

Resultado de 10.000 horas de colaboração da Ford Performance e da RTR Vehicles, o Mustang Mach-E 1400 tem como objectivo colmatar a lacuna entre o que um veículo eléctrico pode fazer e o que os clientes tendem a acreditar que pode fazer.

Os participantes da Goodwood SpeedWeek não terão dúvidas quanto ao verdadeiro potencial do desempenho totalmente eléctrico após as demonstrações de drifting do modelo protótipo do fundador da RTR, Vaughn Gittin Jr.

O Mustang Mach-E 1400 utiliza sete motores para fornecer 1.419 cv, com um único eixo de transmissão ligando-os a diferenciais que têm uma enorme variedade de ajustes capazes de configurar o carro para tudo, desde drifting a corridas de pista de alta velocidade.

As configurações de tracção traseira, tracção às quatro rodas e tracção dianteira são todas possíveis, e o fornecimento de potência pode ser dividido uniformemente entre a frente e a traseira, ou completamente para uma ou outra. A pressão aerodinâmica (downforce) é capaz de passar os 1.000 kgs a 257 km/h.

"Conduzir este carro mudou completamente a minha perspectiva sobre o que pode ser a potência e o binário", disse Vaughn Gittin Jr. "Esta experiência é melhor do que alguma vez imaginei, excepto talvez uma montanha-russa magnética".

Puma ST na pista

O primeiro SUV da Ford na Europa a ser tão capaz numa pista de corrida como numa viagem familiar, o novo Puma ST eleva a fasquia para a dinâmica de condução de SUV compactos ao mesmo tempo que proporciona dos melhores espaços de carga da sua classe.

O motor EcoBoost2 1,5 litros, de 200 cv, proporciona uma aceleração dos 0-100 km/h em 6,7 segundos, e um chassis otimizado em termos de desempenho apresenta um braço rotativo traseiro com 50% mais rigidez de torção do que o Puma standard, uma direção 25% mais rápida e diâmetros de travagem aumentados em até 17% para uma condução mais divertida. Os pneus Michelin Pilot Sport 4S especialmente desenvolvidos também ajudam a proporcionar a mais ágil experiência de condução de um SUV da Ford até agora.

Disponível em cores ousadas, incluindo o exclusivo “Verde Mean”, o Puma ST também apresenta um estilo de carroçaria com aerodinâmica otimizada, incluindo um divisor de desempenho da Ford para aumentar a força descendente frontal em quase 80 por cento para maior estabilidade e tração.

Apesar das genuínas credenciais de desempenho, a variante ST continua a proporcionar a praticidade fundamental do Puma, incluindo a inovadora solução de armazenamento Ford MegaBox por baixo do chão da bagageira - perfeita para armazenar capacete, sapatos e luvas para o dia da pista.

"A nossa prioridade número um era que o Puma ST fosse tão estimulante e capaz como qualquer modelo ST, sem sacrificar nenhum dos aspetos práticos do Puma", disse Muenzinger.

STARD Ford Fiesta ERX

Contribuindo também para demonstrar o potencial da propulsão totalmente elétrica nas várias disciplinas do desporto automóvel, o STARD Ford Fiesta ERX faz a sua estreia em Goodwood, competindo na prova de Drift.

O Fiesta ERX é um carro de rali totalmente elétrico baseado no Fiesta ST e desenvolvido pela STARD para cumprir os regulamentos do Projekt ERX do Campeonato Mundial de Ralicrosse da FIA.

Três motores elétricos produzem combinados mais de 600 cv e mais de 1.000 Nm de binário, enviados para as rodas através de um sistema de tração às quatro rodas e transmissões de duas velocidades em cada eixo para uma aceleração dos 0-100 km/h numa espantosa aceleração de 1,8 segundos, e uma velocidade máxima de 240 km/h. Em conformidade com os regulamentos mundiais RX, o Fiesta ERX está disponível para venda com configurações de corrida.

Favorito dos fãs Ford GT

O supercarro Ford GT regressa a Goodwood para proporcionar excitação a alta velocidade na corrida Michelin Supercar Run - conduzido pelo antigo piloto Ford GT das 24 Horas de Le Mans, Richard Westbrook.

O Ford GT em circulação apresenta um chassis leve de fibra de carbono e alumínio, painéis de carroçaria em fibra de carbono, aerodinâmica ativa e um motor V6 EcoBoost3 de dois turbos que fornece 655 cv e 750 Nm de binário para uma velocidade máxima de 347km/h.

1 Mustang Mach-E 1400 é um veículo protótipo para fins de demonstração e não está disponível para compra.

2 O Puma ST tem uma eficiência energética estimada de 6,0 l/100 km e as emissões de CO2 de 134 g/km NEDC (6,9 l/100 km e 155 g/km WLTP). Os números da eficiência do combustível homologado oficialmente e das emissões de CO2 serão publicados mais perto da data de venda.

3 Eficiência de combustível Ford GT de 14,9 l/100 km e emissões de CO2 de 350 g/km NEDC.

Os consumos declarados de combustível/energia, emissões de CO2 e gama elétrica são determinados de acordo com os requisitos e especificações técnicas dos Regulamentos Europeus (CE) 715/2007 e (UE) 2017/1151, com a última redação que lhe foi dada. Os veículos ligeiros homologados utilizando o Procedimento Mundial Harmonizado de Teste de Veículos Ligeiros (WLTP) terão informações sobre o consumo de combustível/energia e emissões de CO2 para o Novo Ciclo de Condução Europeu (NEDC) e WLTP. O WLTP substituirá totalmente o último NEDC até ao final do ano 2020. Os procedimentos de ensaio padrão aplicados permitem a comparação entre diferentes tipos de veículos e diferentes fabricantes. Durante a eliminação progressiva do NEDC, o consumo de combustível do WLTP e as emissões de CO2 estão a ser correlacionados de volta ao NEDC. Haverá alguma variação na anterior economia de combustível e nas emissões, uma vez que alguns elementos dos testes se alteraram, pelo que o mesmo automóvel poderá ter um consumo de combustível e emissões de CO2 diferentes.

FordMustangMach 1400