user_mobilelogo
  • Martorell aumenta a produção em 5,4% e consolida-se como a fábrica que produz mais veículos em Espanha
  • A produção global de veículos da SEAT aumenta 12,1%
  • A produção do novo Leon e do CUPRA Formentor terá início em 2020 em Martorell 

A SEAT Martorell fechou 2019 a alcançar o seu maior volume de produção desde 2000, totalizando uma produção de 500.005 veículos, o que corresponde a um aumento de 5,4% face a 2018 (474.300), e consolida Martorell como a fábrica que produz mais veículos em Espanha, o segundo maior produtor de automóveis da Europa.

A linha de produção 1 em Martorell, onde são fabricados o Ibiza e o Arona, encerrou em 2019 com uma produção de 264.854 veículos, mais 14,5% do que em 2018 (231.213). A linha 2, onde o SEAT Leon é produzido, vai começar, este ano, a produção de três modelos: a quarta geração do Leon nas versões SEAT e CUPRA e o CUPRA Formentor. Até ao início da produção destes modelos, foram fabricados 153.864 veículos em 2019, um pouco menos que no ano anterior (159.486; -3,5%). A linha de produção 3, onde o Audi A1 é produzido, encerrou o ano com 81.287 veículos produzidos, 2,8% abaixo dos 83.601 automóveis em 2018.

O vice-presidente de Produção e Logística da SEAT, Dr. Christian Vollmer, destacou que “Martorell é o coração da SEAT, uma das fábricas mais modernas e competitivas da indústria automóvel europeia e também uma das que produz mais automóveis.” Acrescentou ainda que “2020 será um ano histórico para a Martorell, pois lançaremos três novos modelos - o SEAT Leon, o CUPRA Leon e o CUPRA Formentor - e iniciaremos a ofensiva elétrica da marca, com as versões híbridas plug-in da Família Leon.”

Hoje, mais de 7.900 funcionários trabalham na fábrica da Martorell, tanto na produção como nos escritórios, produzindo cerca de 2.300 veículos por dia, ou um a cada 40 segundos. A fábrica de Martorell está a trabalhar com mais de 90% da sua capacidade máxima atual.

A SEAT bate o recorde de produção global

Em 2019, a produção total de veículos da SEAT atingiu um novo recorde, com um aumento de 12,1%, atingindo um volume de 592.019 veículos (2018: 528.293). Adicionalmente a Martorell, a SEAT produziu carros em cinco fábricas do Grupo Volkswagen.

Em Kvasiny (República Checa), a SEAT produziu 98.370 unidades do modelo Ateca (+ 8,3%); 38.835 unidades do Tarraco em Wolfsburg (Alemanha), comparativamente às 2.660 unidades produzidas em 2018, sendo que, a produção deste modelo começou no final do ano; 23.021 unidades da Alhambra em Palmela (Portugal) (+ 17,5%); 11.547 unidades do Mii (-19,7%), que foi interrompido no meio do ano, e do novo Mii elétrico iniciado em novembro, em Bratislava (Eslováquia); e, finalmente, 1.506 unidades do Toledo em Mladá Boleslav (República Checa), um veículo que foi descontinuado em fevereiro de 2019.

A empresa também produziu as primeiras 22 unidades de pré-série do novo SEAT el-Born 100% elétrico na fábrica alemã em Zwickau. Este modelo será apresentado em 2020 e será o segundo veículo do Grupo Volkswagen a ser construído na nova plataforma MEB.

O SEAT el-Born é um dos seis modelos elétricos que fazem parte da ofensiva de produtos da SEAT até ao início de 2021, juntamente com o Mii electric, o primeiro veículo 100% elétrico da marca, que chegará aos concessionários nas próximas semanas; o novo Leon, que foi apresentado a 28 de janeiro, terá uma versão elétrica híbrida plug-in (PHEV), e o Tarraco, que também terá uma versão PHEV. Para além disto, haverão dois modelos híbridos plug-in CUPRA: o Leon e o Formentor.

SEAT produz mais de 500.000 veículos em 2019