user_mobilelogo

O novo motor a gasolina 1.3 TCe FAP chega à Dacia para equipar o “best seller” Duster, mas também o polivalente Dokker e o familiar Lodgy. Desenvolvido pelo Grupo Renault, em parceria com a Daimler, o propulsor que faz parte da última geração de motores com filtro de partículas, desenvolve 130 cavalos de potência e é sinónimo de excelentes prestações e consumos referência no seu segmento de potência. Há mais “vida” no Duster, Dokker e Lodgy.

Com uma sucessão de recordes de vendas anuais desde que iniciou a comercialização dos seus modelos na Europa, e um crescimento consistente de vendas também em Portugal desde 2008, a Dacia dá mais um passo rumo ao sucesso, com a introdução do motor 1.3 TCe (Turbo Control efficiency).

Adotado nos modelos Duster, Dokker e Lodgy, que, em conjunto, representam 32% das vendas da marca no mercado nacional, o novo propulsor reforça os argumentos da gama Dacia, acompanhando a tendência de crescimento das motorizações a gasolina por toda a Europa, mas também em Portugal. 

Motor na vanguarda da tecnologia 

Nascido no âmbito da estratégia de racionalização da gama de motores traçada em parceria com a Daimler, o novo motor 1.3 TCe recorre à tecnologia Turbo Control efficiency patenteada pelo Grupo Renault, tendo sido já desenvolvido segundo as diretrizes do protocolo WLTP e harmonizado com a norma ambiental EURO 6D-TEMP, cuja entrada em vigor é apenas obrigatória em setembro deste ano.

Recheado de tecnologia, o propulsor, de elevada eficácia em termos de rendimento e consumos, recorre a soluções tecnológicas de vanguarda. Entre elas, destaque para o “Bore Spray Coating”, um revestimento especial dos cilindros que melhora a sua eficiência energética através da redução do atrito e otimização do calor (e que foi herdado do motor do Nissan GT-R), mas também para o desenho específico da câmara de combustão, capaz de otimizar a mistura de combustível/ar e que, ao garantir o aumento do nível de pressão de injeção direta de combustível, torna a resposta do motor mais vigorosa e, simultaneamente, mais linear.

O sistema “Dual Variable Timing Camshaft”, que gere as válvulas de admissão e de escape em função da carga do motor e que permite a exploração de um maior binário a baixas rotações e de um binário mais linear nas rotações mais elevadas, é outro dos elementos inovadores do propulsor 1.3 TCe, com claros benefícios para o consumo de combustível. Da mesma forma que, a adoção de um filtro de partículas (FAP) da última geração, contribui para um mais eficaz controle das emissões poluentes.

Integrando todas estas inovações, o bloco de quatro cilindros e 1332 cm3 apresenta-se como um dos mais avançados e tecnológicos motores do mercado, capaz de proporcionar elevado prazer de condução, qualquer que seja o regime de rotação. 

Com motor 1.3 TCe, mais Duster do que nunca!

Lançado em Portugal em junho de 2018, o Novo Duster tem percorrido uma trajetória de inegável sucesso, sendo o segundo modelo da gama Dacia mais vendido no mercado nacional.

Um êxito que não é, de resto, obra do acaso e que se baseia na combinação perfeita entre o sedutor design, a elevada fiabilidade e solidez estrutural, a apurada dinâmica, os equipamentos tecnológicos, uma notável capacidade para fora de estrada (tanto na versão 4x2 como 4x4) e, claro está, um “preço à Dacia”, ou seja, uma relação qualidade/prestações/preço sem paralelo no mercado.

A todas estas qualidades, junta-se agora mais uma: o novo motor 1.3 TCe FAP!

Com 130 cavalos (96 kW) de potência, desenvolvidos às 5.000 rpm e um binário máximo de 240 Nm entregue às 1.600 rpm (mais 5 cavalos e 35 Nm do que na anterior versão TCe 125), o Duster 1.3 TCe FAP está agora (ainda) mais divertido e confortável de conduzir.

Associado a uma caixa manual de 6 velocidades, atinge uma velocidade máxima de 191 km/h, oferecendo interessantes consumos de 6,9/7,1 litros em ciclo completo WLTP e emissões que variam entre as 156 e as 161 g/km. Valores referência no segmento de potência.

O conforto, o prazer de condução e os reduzidos custos de utilização são, assim, marcas indissociáveis do Duster equipado com o novo motor 1.3 TCe FAP, disponível com quatro níveis de equipamento e preços verdadeiramente sedutores: Essential (15.600 €), Comfort (17.350 €), Prestige (19.230 €) e também na nova série limitada Adventure (19.530 €). 

A partir de julho, a versão 1.3 TCe FAP passará a estar disponível não só com transmissão 4x2, mas também na variante 4x4, que potenciará a diversão e a eficácia fora-de-estrada. Na mesma altura, será introduzida, igualmente, uma segunda variante do bloco a gasolina, mais potente – TCe 150 FAP -, que entregará 150 cavalos de potência às 5.250 rpm e 250 Nm de binário máximo às 1.600 rpm.

Dokker e Lodgy com mais argumentos dinâmicos

Para além do popular Duster, também os modelos Dokker e Lodgy recebem a nova motorização a gasolina 1.3 TCe FAP, o que se traduz em renovada “injeção” de vivacidade e conforto de utilização.

Para o modelo que utiliza a harmoniosa carroçaria Combi que apela à evasão, trata-se de um reforço importante no capítulo dinâmico. O que aliado ao espaço interior e à polivalência, fazem do Dokker umas das propostas mais atraentes do segmento, seja numa vertente de puro lazer ou no âmbito profissional.

Com o motor de injeção direta 1.3 TCe FAP, o Dokker disponibiliza a mesma potência e binário que o “primo” Duster (130 cavalos/5.000 rpm e 240 Nm/1.600 rpm), registando consumos na ordem dos 7,1 l em ciclo completo (para nível de equipamento de referência), o que o tornam um aliado perfeito para explorar a estrada, e níveis de emissões de 162 g/km (para nível de equipamento de referência). Com esta motorização, o Dokker encontra-se disponível nas versões Essential (12.950 €), Comfort (14.965 €), Stepway (17.165 €) e Adventure (17.365 €).

As mesmas capacidades em termos de potência e binário são, de resto, disponibilizadas pelo motor 1.3 TCe FAP quando acoplado ao Lodgy. O familiar por excelência da Dacia, mostra, desta forma, ainda maiores aptidões dinâmicas, com uma velocidade máxima de 193 km/h, e moderação nos consumos, que se cifram nos 7,1 litros em ciclo completo (para nível de equipamento de referência).

Um trunfo, sem dúvida, importante, quando aliado às capacidades do seu generoso habitáculo, verdadeiramente modelar, e que, de acordo com as necessidades de otimização do espaço de carga, pode disponibilizar cinco, seis ou sete lugares e um volume total de bagageira de até uns impressionantes 1861 dm3.

Imbatível na relação habitabilidade/economia/preço, o Lodgy 1.3 TCe FAP apresenta-se com as mesmas linhas de equipamento do Duster e Dokker e com preços genuinamente sedutores: Essential (14.950 €), Comfort (17.150 €), Stepway (18.830 €) e Adventure (19.030 €). Sem dúvida, muito Dacia, por tão pouco!

Dacia DusterAdventure 119