user_mobilelogo

A AUDI patrocina a exposição “Sharks” do fotógrafo Brian Skerry, a qual pretende sensibilizar para o perigo de extinção dos tubarões.

A exposição é um manifesto em favor da biodiversidade e da sustentabilidade e conta com o apoio do Audi e-tron, primeiro automóvel elétrico da marca.

Através deste testemunho, o fotógrafo quis chamar a atenção para a urgência em preservar a biodiversidade marinha e conservar os oceanos, numa clara mensagem de sustentabilidade do nosso planeta.

Depois de terem sido vistas por perto de 450.000 pessoas nos EUA, as 50 fotografias da exposição “Sharks” – que tem a chancela da National Geographic - estarão expostas no Oceanário de Lisboa até 6 de janeiro.

A Audi associa-se a este evento com o seu primeiro automóvel 100% elétrico: o e-tron.

O Audi e-tron é um SUV simultaneamente desportivo e familiar, pronto para qualquer terreno graças à sua tração elétrica às 4 rodas. Quando chegar ao mercado, no início de 2019, com uma potência de 286 kW, terá uma autonomia superior a 400 km a qual ficará disponível em menos de meia hora graças ao carregamento super-rápido das suas baterias de iões de lítio. 
Este será o primeiro modelo da ofensiva elétrica da Audi, prevendo a marca lançar 20 modelos elétricos e híbridos “plug-in” até 2025, os quais deverão representar 800.000 veículos vendidos.
O apoio da Audi a esta iniciativa que alerta para a destruição do ecossistema marinho e para a necessidade de proteger espécies como a dos tubarões inscreve-se na política de responsabilidade da marca com vista à promoção de práticas sustentáveis.
Pode saber mais sobre o Audi e-tron em https://www.audi.pt e sobre a exposição em https://www.natgeo.pt/sharks .

Audi e tron