user_mobilelogo

Na sequência de um pedido feito pelo Ministério do Território, Infra-Estruturas, Transportes e Turismo (MLIT) do Japão, enviado aos construtores japoneses a 9 de Julho de 2018, em resultado da descoberta de práticas fraudulentas em termos de testes noutras empresas, a Mazda Motor Corporation apresentou à MLIT um relatório com os resultados de uma investigação sobre a sua amostra de testes de consumos de combustível e emissões, obtidas durante as inspecções finais a veículos.

A investigação abrangeu os métodos de teste JC081 e WLTC2, apresentando o relatório as seguintes principais conclusões:

  1. Não se registou nenhuma alteração ou falsificação de dados de teste impróprias em qualquer dos métodos.
  1. Dados de teste contendo erros de detecção de velocidade* foram encontrados em 72 casos, de um total de 1.472 veículos testados sob o método JC08. Foram identificadas duas razões para esses erros. Em primeiro lugar, o sistema não foi criado para invalidar automaticamente os resultados quando ocorre um erro de detecção de velocidade. Em segundo lugar, os procedimentos de teste deixam a determinação da velocidade de detecção de erros a cargo de cada inspector individualmente.
  1. Todos os dados de teste foram reexaminados e os resultados demonstram que não tiveram efeito na especificação dos valores de consumos de combustível e de emissões. Esses mesmos casos não foram encontrados em testes segundo o método WLTC.

A Mazda decidiu implementar as seguintes acções para prevenir novas ocorrências:

  • O sistema será atualizado para tratar automaticamente os resultados de testes como inválidos nos casos de erro de detecção de velocidade.
  • A Mazda aumentou o número de empregados que verificam os dados de inspecção, incluindo os erros de detecção de velocidade.

A Mazda aceita terem existido erros num pequeno número de testes mas a situação foi identificada rapidamente, tendo sido implementadas medidas para evitar que isso volte a acontecer no futuro.

* Situação na qual a velocidade de um veículo se afasta mais do que o limite permitido no padrão de detecção de velocidade prescrita no modo de teste

1) JCO8: A regulamentação japonesa de emissões de 2005 introduziu um novo ciclo JC08 de testes de dinamómetro de chassis para veículos ligeiros (< 3500 kg de Peso Bruto). O teste representa a condução em trânsito citadino congestionado, incluindo períodos de imobilização, frequentemente alternando aceleração e desaceleração. A medição é feita duas vezes, com um arranque a frio e com um arranque a quente. O teste é usado para medição das emissões e determinação dos consumos de combustível, para veículos a gasolina e diesel.

2) WLTC: O Worldwide harmonized Light vehicles Test Cycles (WLTC) recorre a testes de dinamómetro de chassis para a determinação de emissões e consumos de combustível em veículos ligeiros. Os testes voram desenvolvidos pelo grupo UN ECE GRPE (Working Party on Pollution and Energy). Os ciclos WLTC são parte do método Worldwide harmonized Light vehicles Test Procedures (WLTP), publicado como uma regulamentação técnica Nº 15 (GTR 15) da UNECE Global. Dado que frequentemente os acrónimos WLTP e WLTC são, por vezes, intermutáveis, os procedimentos WLTP definem um número de outras acções, adicionais ao método de testes WLTC, que são necessários para a aprovação de um tipo de veículo.

Sede Mazda Motor Corporation 20180131