user_mobilelogo
  • SEAT Ibiza e Arona
  • Identificada solução ténica
  • Campanha de Recall terá início nas próximas semanas
  • Segurança continua a ser prioridade máxima para a SEAT

A SEAT confirmou uma questão técnica no Novo Ibiza (modelos 2017 e 2018) e no Arona (modelo de 2018): há a possibilidade de em raras situações (por exemplo, mudanças súbitas de faixa de rodagem com cinco passageiros a bordo) e quando o assento central traseiro e o assento traseiro esquerdo estão ocupados ao mesmo tempo, o cinto de segurança esquerdo ser inadvertidamente liberto.

Na SEAT a segurança continua a ser uma prioridade máxima e a marca já identificou uma solução técnica que impedirá que isto suceda.

O Novo SEAT Ibiza e o Arona estão legalmente homolgados e são seguros de conduzir; no entanto, a marca aconselha os seus clientes a não usar o assento central no Novo Ibiza e Arona enquanto o carro não estiver equipado com o redesenhado dispositivo de bloqueio do cinto. A SEAT está atualmente a contactar as autoridades competentes para obter a sua validação final a fim de implementar a respetiva solução, tanto em viaturas que estejam já no mercado como na futura produção.

Nas próximas semanas, a SEAT vai dar início a uma campanha de recall. Os clientes irão receber uma carta para organizar a verificação nos SEAT Service oficiais. A verificação e a implementação da solução técnica serão gratuitas.

SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 80 países. Em 2017, a SEAT obteve 281 milhões de euros de lucros depois de impostos e vendeu perto de 470.000 veículos.

O Grupo SEAT emprega 14.700 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, Leon e Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.

A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo impulsionarem a inovação do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

Seat logo 2012