user_mobilelogo

O Novo Renault MÉGANE R.S. é ansiosamente aguardado pelos apaixonados pela condução desportiva. Com a ambição de se tornar – tal como os seus antecessores – numa referência no mercado dos desportivos do segmento C, esta geração do MÉGANE R.S. concentra toda a competência técnica e paixão da Renault Sport.

Com um design marcante, orientado para o desempenho, o Novo Renault MÉGANE R.S. assume a sua filiação no desporto automóvel para proporcionar um total prazer de condução, tanto em estrada como em circuito.

  • Um chassis que combina eficácia, agilidade, estabilidade e conforto com o sistema 4CONTROL de quatro rodas direcionais e quatro amortecedores de batentes hidráulicos;
  • Um motor 1.8L turbo de última geração, que oferece 280 CV e 390 Nm, desenvolvido em conjunto pelos engenheiros da Renault Sport Cars e da Renault Sport Racing;
  • A possibilidade de escolher entre quatro versões, com uma dupla oferta de caixas de velocidades (manual ou EDC) e de chassis (Sport ou Cup);
  • Equipamentos tecnológicos de ponta, tais como R.S. Vision, MULTI-SENSE ou a nova versão do R.S. Monitor.

"Lançado em 2009, o Mégane III R.S. tornou-se num verdadeiro ícone e substitui-lo era um verdadeiro desafio para toda a equipa. Estamos orgulhosos por termos conseguido desenvolver um automóvel ainda mais eficaz em curva, graças ao 4CONTROL que otimiza a agilidade nas curvas mais apertadas e a estabilidade nas curvas rápidas, tanto em estrada como em circuito. Com o desporto automóvel inscrito nos seus genes, o Novo Renault MÉGANE R.S. é um automóvel concebido por apaixonados para clientes apaixonados. A polivalência torna-o igualmente perfeito para a utilização no dia a dia."

Patrice Ratti, Diretor Geral da Renault Sport Cars

"Após ter sido associado ao processo de desenvolvimento durante o ano de 2017, sinto-me extremamente orgulhoso por ser o embaixador do Novo Renault MÉGANE R.S. Tive a oportunidade de o conduzir em diferentes circuitos – Mónaco, Montlhéry e Spa-Francorchamps – e fiquei impressionado com a eficácia das mais recentes tecnologias. O sistema 4CONTROL realiza o sonho de qualquer piloto que procura eficácia, melhorando simultaneamente a agilidade e a estabilidade. É uma pena que as quatro rodas direcionais sejam interditas na Fórmula 1!"

Nico Hülkenberg, piloto da Renault Sport Formula One Team e embaixador da Renault Sport Cars

01

Um chassis que COMBINA desempenho, agilidade e estabilidade

  1. Tecnologia 4CONTROL: uma exclusividade no segmento
  2. Princípios fundamentais sólidos, presentes ao longo das gerações
  3. Quatro batentes hidráulicos de compressão

02

Motor e caixas de velocidades de nova geração

  1. Um novo motor 1.8L turbo, proveniente das sinergias da Aliança
  2. Caixa de velocidades manual ou EDC: a escolha é sua

03

Quando o design exprime o desempenho…

  1. Vias alargadas e referências ao mundo da competição

04

A tecnologia ao serviço do desempenho

  1. S. Monitor: mais simples e potente
  2. S. Vision: a iluminação de elevado desempenho segundo a Renault Sport
  3. MULTI-SENSE: a condução desportiva por medida
  4. As tecnologias ao serviço da polivalência

01

Um chassis que COMBINA PERFORMANCE, agilidade e estabilidade

Tecnologia 4CONTROL: um exclusivo no segmento

Depois do Mégane III R.S., que era uma referência em matéria de comportamento, os engenheiros especialistas em ligações ao solo desafiaram ainda mais os limites, introduzindo a tecnologia 4CONTROL no Novo MÉGANE R.S.

De série nos chassis Sport e Cup, este sistema de quatro rodas direcionais é uma estreia mundial no segmento dos desportivos compactos.

Os especialistas em ligações ao solo da Renault Sport reformularam a parametrização do 4CONTROL para a adaptar a um desportivo de elevados desempenhos. A experiência de condução é ainda mais eficaz e o condutor tem a sensação de estar literalmente colado à estrada.

O sistema 4CONTROL permite melhorar a agilidade nas curvas mais apertadas e a estabilidade nas curvas rápidas:

  • A baixa velocidade, as rodas traseiras viram no sentido inverso ao das rodas dianteiras, até um limite de 2,7 graus. O sistema 4CONTROL assume toda a sua dimensão nos troços sinuosos, com um comportamento incisivo, devido a uma direção 20% mais direta.
  • A alta velocidade, as rodas dianteiras e traseiras viram no mesmo sentido, no limite de um grau nas rodas traseiras. Com uma perfeita regulação do trem traseiro, o condutor beneficia de uma estabilidade acrescida e de uma condução, simultaneamente, desportiva e tranquila.
  • O ponto de inversão está fixado nos 60 km/h, embora, no modo Race, se situe nos 100 km/h. No modo Race, destinado à condução em circuito, as elevadas velocidades de passagem em curva justificam esta parametrização específica.
   

4CONTROL a menos de 60 km/h
(menos de 100 km/h no modo RACE)

4CONTROL a mais de 60 km/h
(mais de 100 km/h no modo RACE)

Princípios fundamentais presentes ao longo das gerações

Presente desde a primeira geração do Mégane R.S. lançada em 2004, o Trem Dianteiro de Pivot Independente (TAPI) simboliza, por si só, a competência técnica da Renault Sport em matéria de ligações ao solo. Pensado para as necessidades da competição, o TAPI é particularmente adaptado para automóveis de tração dianteira e de elevada potência, sobretudo se estiverem equipados com um diferencial autoblocante.

O trem dianteiro do Novo MÉGANE R.S. foi totalmente redesenhado com o objetivo de o adaptar à nova geometria, às rodas de 19 polegadas, mas também aumentar a rigidez.

O Novo Renault MÉGANE R.S. é proposto com dois chassis: Sport e Cup, que se distinguem pelas regulações específicas das suspensões.

Concebido para ser eficaz em estrada, o chassis Sport do Novo MÉGANE R.S. oferece uma nova polivalência em todos os tipos de pisos, incluindo os mais degradados e possui novos amortecedores e um sistema eletrónico de repartição do binário. Atuando independentemente nos travões das rodas motrizes, esta tecnologia permite limitar a subviragem e otimizar a motricidade à saída da curva.

Adaptado a uma utilização desportiva intensa e sobretudo à pilotagem em circuito, o chassis Cup propõe um amortecimento 10% mais rígido e um novo diferencial autoblocante mecânico Torsen®.

  • Na desaceleração, a taxa de transferência mais reduzida (25%, contra 30% no Mégane III R.S.) confere ao automóvel uma maior estabilidade em curva;
  • Na aceleração, a elevada taxa de transferência (45%, contra 38% no Mégane III R.S.) aumenta a motricidade e limita a subviragem inerente à tração dianteira.

Já elogiado no Mégane III R.S., o sistema de travagem evoluiu e oferece mais potência e mais resistência. O diâmetro dos discos dianteiros atinge os 355 mm à frente (+15 mm em relação à geração anterior). Em opção no chassis Cup, os discos de alumínio e ferro fundido permitem uma redução de peso de 1,8 kg por roda, melhorando a refrigeração em caso de utilização intensiva. A regulação do curso do pedal privilegia a precisão da pressão no pedal, de modo a que o condutor mantenha um controlo perfeito, nomeadamente em circuito.

Quatro batentes hidráulicos de compressão

A segunda novidade no chassis do Novo MÉGANE R.S. está escondida nas suspensões. Também aqui a Renault Sport impõe a sua excelência, equipando os quatro amortecedores com batentes hidráulicos de compressão.

Inspirada nos ralis, esta tecnologia consiste em integrar um "amortecedor dentro do amortecedor". Ao aproximar-se o fim do curso, um pistão secundário amortece o movimento da roda antes do batente de choque. Ao dissipar a energia sem a “reenviar” à roda – como fariam os batentes convencionais – os batentes hidráulicos de compressão permitem evitar os efeitos de repercussão, para um controlo otimizado do contacto entre o pneu e o solo.

  • No chassis Sport, a condução desportiva torna-se mais acessível, com uma eficácia ao melhor nível do segmento;
  • No chassis Cup, o caráter desportivo multiplica-se, com menos desvios de trajetória e perturbações para o condutor.

MÉGANE R.S.: JÁ LÁ VÃO QUINZE ANOS!

O MÉGANE II R.S. foi revelado no Salão de Frankfurt em 2003 e chegou às estradas no ano seguinte com o seu motor de 225 CV e o seu chassis já equipado com o Trem Dianteiro de Pivot Independente.

A versão Trophy, dotada de um chassis mais radical, aparece em 2005. Dois anos mais tarde, a F1 Team R26 – que presta homenagem aos títulos de Campeão do Mundo da Renault – introduz o diferencial autoblocante.

A aventura do MÉGANE II R.S. termina em beleza, em 2008, com a série limitada R26.R. Com menos 123 kg (!), atinge um tempo recorde de 8’17’’ no circuito Nordschleife, em Nürburgring.

A terceira geração do MÉGANE R.S. nasceu em 2009, com um motor de 250 CV e um estilo ainda mais marcante, também graças à introdução da lâmina F1 no para-choques dianteiro.

Até 2016, o percurso do Mégane III R.S. apresenta-se sob a forma de séries limitadas e evoluções estilísticas. Em 2011, a versão Trophy, com o motor de 265 CV, distingue-se por um novo recorde em Nürburgring (8’07’’97). Os desempenhos progridem ainda mais com o 275 Trophy e o Trophy-R (2014). Ao volante desta última versão, Laurent Hurgon quebra a barreira dos oito minutos no circuito de Nordschleife, com um terceiro tempo recorde de 7’54’’36.

Das duas primeiras gerações do MÉGANE R.S. foram produzidas mais de 53 000 unidades, comercializadas na Europa, mas também no Japão, na Austrália, na África do Sul… Revelado, pela primeira vez, no Grande Prémio do Mónaco de 2017, o Novo Renault MÉGANE R.S. mantém a mesma linhagem.

02

Motor e caixas de velocidades de nova geração

Um novíssimo motor 1.8L turbo resultante das sinergias da Aliança

O Novo Renault MÉGANE R.S. estreia uma nova versão do motor 1.8 turbo de injeção direta com 280 CV (205 kW) às 6000 rpm e um binário de 390 Nm, disponível entre as 2400 e 4800 rpm. Fator essencial para o prazer e conforto de condução, o binário é um dos melhores da categoria.

Para atingir os desempenhos exigidos, os engenheiros da Renault Sport conceberam uma nova cabeça do motor, com uma estrutura reforçada e uma refrigeração mais eficaz, permitindo dissipar o calor mais próximo possível da câmara de combustão. A conceção foi confiada a uma "task force", constituída pelos melhores especialistas da Renault Sport Cars, da Renault Sport Racing e do Tecnocentro Renault. Com o auxílio dos meios de cálculo das instalações de Viry-Châtillon, o desenvolvimento foi reduzido para um tempo recorde de seis meses.

O turbocompressor de dupla entrada (Twin Scroll), já utilizado no Mégane III R.S., permite melhorar o binário a baixo regime.

Para aumentar o débito de ar fresco que alimenta o motor, a linha de admissão foi redesenhada com a adição de uma segunda tomada de ar.

Sempre com vista a melhorar os desempenhos, o motor do Novo MÉGANE R.S. beneficia de tratamentos de superfície provenientes da competição e dos supercarros, tais como o DLC (Diamond Like Carbon) para os pistões de válvulas e o Mirror Bore Coating para o revestimento das camisas dos cilindros.

Este motor moderno, equipado com uma distribuição por corrente, permite reduzir as emissões de CO2 e os consumos (-11% e -8%, respetivamente, em relação ao Mégane III R.S.).

Uma versão "Trophy" no final de 2018

Até ao final do ano, a Renault Sport apresentará uma versão "Trophy" com um motor de 300 CV e 400 Nm. O chassis Cup, as jantes de 19 polegadas e os discos de travão bimatéria serão propostos de série nesta versão.

Caixa de velocidades manual ou EDC: a escolha é sua

Unanimemente apreciada pelos proprietários do Mégane III R.S., a caixa de velocidades manual de seis relações prossegue a sua carreira no Novo MÉGANE R.S.

A oferta foi, no entanto, enriquecida com uma caixa de velocidades de dupla embraiagem EDC, igualmente de seis relações. Os engenheiros da Renault Sport definiram um novo escalonamento e leis de passagem específicas, associadas aos modos MULTI-SENSE, para se adaptar a todos os estilos de condução.

Tal como nos automóveis de competição, a caixa de velocidades EDC dispõe de um comando de mudança de relações por patilhas no volante. O tempo entre passagens de caixa depende do modo MULTI-SENSE selecionado:

  • Comfort e Normal: passagens de caixa que preservam o conforto, sem esticões;
  • Sport: mudanças mais rápidas com uma sonoridade amplificada;
  • Race: a maior eficácia sem comprometer o conforto, com passagens ainda mais rápidas.

Nos modos Sport ou Race, a caixa de velocidades EDC possui, igualmente, as funções:

  • Multi Change Down: na fase de travagem no modo manual, é possível reduzir várias relações em simultâneo com a patilha esquerda premida. Desta forma, a melhor relação é selecionada para uma saída de curva o mais eficaz possível.
  • Launch Control: graças a pré-carga da embraiagem e do turbo, os arranques do tipo "arranque parado" são tão eficazes como na competição. No modo Sport, a antipatinagem contribui para otimizar a motricidade em condições de aderência precárias.

03

Quando o design exprime o desempenho…

Vias alargadas e referências ao mundo da competição

Expressivo e desportivo, o Novo MÉGANE R.S. afirma-se com um design ao serviço do desempenho até nos mínimos detalhes. Os painéis laterais específicos permitem alargar os guarda-lamas 60 mm à frente e 45 mm atrás (em relação ao Mégane GT). Com uma distância ao solo inferior em 5 mm relativamente ao Mégane GT e novas rodas de 18 ou 19 polegadas, estas novas proporções tornam o veículo naturalmente mais agressivo.

Este design imponente é reforçado pelas múltiplas referências ao mundo da competição:

  • Para-choques dianteiro com uma ampla entrada de ar e a lâmina F1, característica do design Renault Sport e símbolo de envolvimento na Fórmula 1;
  • Grelha dianteira específica com padrão 3D em ninho de abelha;
  • Ilharga de linhas esculpidas e acentuadas pelo alargamento dos guarda-lamas dianteiros e traseiros;
  • Saídas de ar laterais, que otimizam o escoamento dos fluxos de ar nas cavas das rodas;
  • Embaladeira específica, traço de união entre a dianteira e traseira, cuja lâmina preta evoca o fundo plano dos Fórmula 1;
  • Defletor traseiro redesenhado para melhorar a aerodinâmica e que realça, ainda mais, a largura do automóvel;
  • Para-choques traseiro com difusor integrado e saída de escape central característica do Mégane R.S., realçado por um embelezador;
  • Difusor traseiro que não apenas reforça o caráter desportivo do design, como permite aumentar o apoio aerodinâmico;
  • Os estribos de travões Brembo® pintados de vermelho no chassis Cup, para que sejam instantaneamente reconhecidos.

04

A tecnologia ao serviço do desempenho

R.S. Monitor: mais simples e mais potente

Com novas funcionalidades, o dispositivo de telemetria e indicação de dados R.S. Monitor propõe uma nova experiência aos condutores do Novo MÉGANE R.S. Estão disponíveis dois níveis de opção:

  • O S. Monitor sintetiza as informações de quarenta sensores distribuídos pelo automóvel e afixa, em tempo, no tablet tátil R-Link 2 uma infinidade de parâmetros: aceleração, travagem, ângulo de volante, funcionamento do sistema 4CONTROL, temperaturas e pressões…
  • Inédito no segmento, o S. Monitor Expert permite filmar eventuais sessões de treinos e sobrepor os dados de telemetria, para obter vídeos de realidade aumentada. Estes vídeos vêm enriquecer a experiência de condução do Novo MÉGANE R.S. e podem ser instantaneamente partilhados nas redes sociais através das aplicações disponíveis para smartphones iOS e Android.

No R.S. Monitor Expert, os dados guardados podem ser exportados para o website R.S. Replay, onde podem ser visualizadas as sessões de treinos, analisadas as voltas ao mínimo detalhe e compará-las com as dos restantes utilizadores da comunidade Renault Sport.

R.S. Vision: a iluminação de elevado desempenho segundo a Renault Sport

Introduzido no Novo Clio R.S., o sistema de iluminação LED multirrefletores R.S. Vision está disponível de série no Novo MÉGANE R.S. Estas óticas em forma de bandeira quadriculada integram-se no para-choques dianteiro, de ambos os lados da lâmina F1.

Equipado com nove luzes LED por bloco, este sistema reúne quatro funções de iluminação de elevado desempenho: mínimos, luzes direcionais, faróis de nevoeiro e máximos de longa distância.

Com um alcance de 460 metros (+17% em relação ao Mégane III R.S.), os máximos complementam perfeitamente os faróis principais com tecnologia Full LED. Pela primeira vez, a assinatura luminosa em forma de C integra os piscas.

MULTI-SENSE: a condução desportiva por medida

Atuando sobre a resposta do motor, a cartografia do pedal do acelerador, as leis de passagem de caixa e a rigidez da direção, o sistema MULTI-SENSE permite personalizar a experiência de condução de acordo com as circunstâncias. São propostas cinco posições:

  • Comfort: uma regulação específica da resposta do motor e das leis de passagem da caixa de velocidades que reduz o consumo de combustível;
  • Normal: um equilíbrio adequado entre conforto, acústica e segurança, com um limiar de intervenção do ESP ideal para uma utilização no dia a dia;
  • Sport: um comportamento mais desportivo, que combina uma resposta do motor mais viva, uma sonoridade mais valorizante, uma direção mais rígida e um limiar de intervenção do ESP atrasado;
  • Race: para uma utilização em circuito, o ESP é totalmente desativado e a parametrização do sistema 4CONTROL oferece ainda mais agilidade;
  • Perso: cada condutor pode personalizar as diferentes tecnologias e os sistemas de ajuda à condução integrados no automóvel.

Os diferentes modos estão acessíveis através do tablet tátil R-Link 2. O botão R.S. Drive oferece um atalho para os modos Sport (pressão breve) e Race (pressão longa).

As tecnologias ao serviço da polivalência

Automóvel desportivo com um desempenho fora do comum, o Novo Renault MÉGANE R.S. revela-se polivalente e ideal para uma utilização no dia a dia.

Para o conforto e segurança do condutor e dos seus passageiros, está equipado com um conjunto de tecnologias avançadas herdadas do Renault Mégane:

  • Um Head-up display a cores retrátil, que apresenta informações sobre a velocidade, a navegação e os sistemas de ajuda à condução;
  • Um conjunto de uma dezena de sistemas de ajuda à condução (ADAS), entre os quais o regulador de velocidade adaptativo (ACC), travagem ativa de emergência (AEBS), alerta de distância de segurança (DW), alerta de excesso de velocidade com reconhecimento dos sinais de trânsito (OSP com TSR), aviso de ângulo morto (BSW), câmara de marcha-atrás e estacionamento mãos livres (Easy Park Assist)…
  • Um tablet tátil R-Link 2 – 7" no formato horizontal ou 8,7" no formato vertical – que permite gerir todas as prestações do automóvel: ativação dos sistemas de ajuda à condução, gestão dos modo MULTI-SENSE, R.S. Monitor…
  • Um sistema de som desenvolvido em colaboração com os engenheiros da Bose®, composto por um altifalante central à frente, oito altifalantes distribuídos pelo habitáculo e um subwoofer integrado no porta-bagagens para oferecer um som preciso, nítido e equilibrado.

New Renault MEGANE R S