user_mobilelogo

Uma vez mais João Braga ao volante do seu Datsun 1200, nas duas corridas difíceis em que participou, terminou as duas no pódio. Assim, o piloto da Servibraga começou logo na sessão de treinos livres por rubricar um tempo de 2.23.286, sendo o terceiro em termos do Campeonato Portugal de Clássicos 1300.Já na sessão de treinos cronometrados João Braga acaba por conseguir melhorar de forma substancial o tempo anterior com 2.20.719.

Já no domingo de manhã, mal se dá a largada para a corrida, uma bátega de água cai sobre Portimão, provocando muitas dificuldades em termos de aderência, e com a visibilidade que era muito difícil, mas perante todas estas dificuldades, João Braga consegue levar o Datsun 1200 até ao baixar da bandeira de xadrez na 3ª posição. Para a segunda corrida, uma vez mais o S.Pedro não teve piedade, e uma vez mais foi disputada debaixo de muita chuva e fraca visibilidade, esmo assim João Braga leva o carro até final, cortando a linha de chegada na segunda posição entre os 1300.

Depois de estar na posse dos troféus, João Braga descreveu-nos aquilo que foram estas duas corridas “ bem difíceis, a chuva era mais do que muita, o que logicamente obrigou a redobrar os cuidados para manter o carro em pista. Depois para “ajudar”, foi a fraca visibilidade, não se via nada para a frente, pois a nuvem de água levantada pelos adversários era incrível, foram duas provas das mais difíceis que disputei até hoje. Em termos técnicos o carro esteve bem, e é sempre bom recordar que o saldo foi na primeira corrida, terceiro lugar á geral e terceiro lugar à classe H75 .Na segunda corrida, segundo lugar à geral e segundo lugar á classe H75.

Agradeço a todos os amigos e familiares pelo apoio prestado e em especial ao meu mecânico Paulo Alves e todos os meus patrocinadores”, conclui João Braga, já a pensar na derradeira prova a ter lugar no Estoril.

1AA3