user_mobilelogo

Sónia Pereira esteve presente na Rampa da Falperra no passado fim de semana, ao volante do Seat Leon. A “ mulher piloto” de Mesão Frio começou logo por fazer na 1ª subida de treinos um tempo de 3.15.292, à média de 95,85 km/h, para logo na subida seguinte fazer um tempo de  2.54.543, à média de 107,26 km/, uma substancial melhoria logo na primeira subida oficial  de prova.De referir que na segunda subida de treinos, Sónia Pereira obteria um crono de 2.55.348 à média de 104,75 km/h.

Mas o melhor estava para vir, pois no domingo seria autora dum “ tempo canhão “ com 2.49.277 à média de 110,58 km/h, encerrando assim a sua participação na Rampa da Falperra deste ano.No final, Sónia Pereira falou-nos como foi esta prova dizendo “ não correu mal, foi a segunda  vez que aqui corri, esta rampa é um desafio pela sua rapidez e complexidade de curvas.Para se andar bem aqui na Rampa da Falperra tem de se conhecer muito bem, o que não foi o meu caso.Na primeira subida, fruto duma má escolha de pneus, acabei por fazer um pião.Depois o comportamento do carro não era o melhor pois fugia muito, para além de haver certos pontos da rampa com piso escorregadio, que em nada veio ajudar .Fiz o que pude, o que estava ao meu alcance, correu bem dentro do possível, agora há que pensar na próxima prova que será a rampa de Santa Marta”, confidenciou-nos.

DSC 0527