user_mobilelogo

Com apenas 24 anos Sebastian Bühler estreou-se hoje no Dakar naquela que é a sua edição nº 41 e que vai ser inteiramente disputada no Perú. E começou bem. Entre a meia centena de pilotos que, nas duas rodas, fazem a sua estreia na prova e disputam por isso uma classificação específica, foi o sexto mais rápido a apenas 55s do 2º classificado.

Sebastian Bühler, que já foi por duas vezes campeão de todo-o-terreno em Portugal na Classe TT1, gastou aos comandos de uma KTM, 1h15m39s para percorrer o setor seletivo de 84km que teve a particularidade de arrancar com ordem numérica invertida.

“Correu tudo bem. Era uma especial curta com dunas e alguma navegação. Como a partida foi dada pela ordem inversa da numeração fui dos primeiros a partir e isso trouxe ainda mais dificuldade. Não tive nenhum problema. Vamos agora preparar a moto e o road-book para amanhã. O objetivo é chegar ao final da prova e, portanto, temos de ir vivendo dia-a-dia para que tudo continue a correr bem” explicou Sebastian Bühler à chegada a Pisco ele que está a correr com o nº 110.

Amanhã a prova deixa Pisco para rumar em direção a San Juan de Marcona numa jornada que passará pelas mesmas dunas onde na última edição muitos favoritos foram forçados a abandonar a competição. A etapa terá 554 km, num total de 342 km cronometrados, num dia em que serão os carros a abrir pista e em que a navegação será bastante exigente.

Ouça as declarações do piloto aqui: https://youtu.be/L42X4LfUsLw

IMG 20190107 WA0001