user_mobilelogo

O balanço do Rali de Paredes, que teve lugar no passado fim de semana, não foi de modo algum absolutamente positivo para a equipa da Team MMA na qual Carlos Gonçalves acabaria por ser obrigado a desistir, enquanto Pedro Monteiro chegou ao final, como vencedor da sua categoria.

Segundo Carlos Gonçalves, “ foi mais um rali para esquecer, pois os problemas começaram logo na 1ª classificativa, pois estava a chover torrencialmente, e o limpa pára-brisas deixou de funcionar.Mesmo assim fizemos a classificativa à vista, e conseguimos terminar, e não fomos os últimos”. Mas a epopeia haveria de continuar, como nos explicou “ acabamos por conseguir resolver o problema do limpa para brisas, no entanto no dia seguinte faltavam duas classificativas para o final do rali, quando de repente o carro começa a ter um comportamento estranho, e acaba por parar. Rapidamente verifiquei  que foi a embraiagem, que se recorde já noutra rali obrigou-me a desistir, e desta vez voltou a pregar-me outra partida….foi mesmo  azar, e faltava dois troços para o final, e estávamos bem classificados. Agora há que começar a pensar em 2019, e vou desmontar esta embraiagem  toda peça a peça para resolver este problema de uma vez por todas “, disse-.nos todo aborrecido com a situação.

Quanto  a Pedro Monteiro “ correu tudo bem, andamos bem, estreei um novo navegador que foi o meu pai, há ainda que nos adaptarmos melhor um ao outro dentro do carro, consegui um bom resultado, correu bem o carro não deu problemas, missão cumprida.”.De referir que Pedro Monteiro terminou em 6º lugar na classe x1-8 e 31º na classificação geral absoluta.

FOTO DE DARIO TELES PHOTOS

a28