user_mobilelogo

A dupla pai e filho Fernando Gaspar/Fernando Mayer Gaspar venceu ambas as corridas da terceira ronda do CSS Group 1, que teve como palco a edição de 2018 do Estoril Classic.

Na primeira corrida do dia, dominada pelos mais rápidos da classe H81-2000, Fernando Soares e Fernando Gaspar travaram uma acesa luta pela primeira posição durante as voltas iniciais, até que Soares foi penalizado com um Drive Through, por falsa partida, acabando por dar de bandeja o triunfo da corrida e na classe a Gaspar. Apesar da penalização o Ford Escort RS 2000 ainda terminou no segundo lugar.

O Ford Escort RS 2000 de Carlos Dias Pedro caiu para o fim do pelotão ainda na primeira volta, tendo realizado uma corrida brilhante de trás para a frente até ao quarto lugar final.

Luis Pedro Liberal viu a concorrência sucumbir na classe H81-1600 e acabou por ter um triunfo bem mais fácil do que se antevia depois do treino cronometrado de ontem. Tomás Arriaga, em Datsun 1200, teve uma vitória folgada na Production Cup, o que não demonstra com precisão o equilíbrio de uma categoria em crescimento, com sete Datsun ex-troféu, que proporcionou várias lutas interessantes no segundo pelotão.

A vitória na categoria 1052 foi discutida ao metro, com os dois primeiros a cortarem a linha de meta praticamente lado-a-lado. O Peugeot 104 ZS de Francisco Cardoso superou o Datsun 1000 de Veloso Amaral por 15 milésimos!

A encerrar o programa de um fim-de-semana grandioso no primeiro circuito permanente de Portugal realizou-se a segunda corrida do CSS Grupo 1 que, apesar de não ter tido muita história na frente, teve diversas lutas no meio do pelotão entre os concorrentes das diversas classes.

Largando da pole-position, Fernando Mayer Gaspar viu-se surpreendido na primeira volta por Ricardo Pereira, no entanto, uma volta depois o futuro vencedor já tinha retomado à liderança da corrida. Assim no comando, Mayer Gaspar conseguiu uma margem de vantagem para os Ford Escort de Pereira e de Filipe Martins, que geriu com um certo à-vontade até se cumprirem as 10 voltas à pista do Estoril.

O Volkswagen Golf de Rafael Cerveira Pinto repetiu o triunfo na classe H81-1600, o mesmo sucedendo a Tomás Arriaga que completou um fim-de-semana em pleno na Production Cup. Desta vez Francisco Cardoso levou de vencida na classe 1052 sem grandes sobressaltos.

Depois de uma jornada intensa no traçado dos arredores de Cascais, Diogo Ferrão, o responsável máximo pela Race Ready, só tinha motivos para estar satisfeito: “Fizemos a aposta certa em trazer o CSS Group 1 para o programa do Estoril Classic este ano. Foram duas corridas disputadíssimas ao longo de todo o pelotão, com motivos de interesse da primeira à última volta. Ambas as corridas são a prova da boa saúde em que se encontra a competição e o espectáculo em pista que esta proporciona aos espectadores e aos intervenientes”.

O CSS Group 1 regressa dentro de duas semanas no Autódromo Internacional do Algarve, fazendo parte do programa de provas do Algarve Classic Festival.

CSS Group 1 - http://circuitoestoril.alkamelsystems.com/Results/05_2018/08_Estoril%20Classic%20Week%202018/207_CSS%20-%20Grupo%201/201810071020_Corrida%201/03_Classification_Corrida%201.PDF

CSS Group 1 (Corrida 2) - http://circuitoestoril.alkamelsystems.com/Results/05_2018/08_Estoril%20Classic%20Week%202018/207_CSS%20-%20Grupo%201/201810071515_Corrida%202/03_Classification_Corrida%202.PDF

EC FT18020b