user_mobilelogo

São 21 duplas de pilotos que se apresentam à partida do Vodafone Rally de Portugal para a jornada inaugural da edição 2018 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. Aos comandos dos competitivos 208 R2, têm pela frente uma exigente primeira parte da prova portuguesa do WRC, composta por 9 Especiais.

Iniciativa que dá início a um novo capítulo na história dos ralis na Península Ibérica, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA leva pilotos e máquinas para o norte do País, centro
nevrálgico do Vodafone Rally de Portugal, para o seu primeiro evento.
Com experiências diversas, mas dotados de armas idênticas – os Peugeot 208 da categoria R2 (Grupo RC4) – todos se perfilam para levar vencer este 1º round que se desenrolará ao longo dos dois primeiros dias da prova portuguesa do WRC. A estrutura desta jornada de abertura inicia-se na quinta-feira com a especial espetáculo do Circuito de Lousada (3,36 km), para, na manhã do dia seguinte, os pilotos enfrentarem três exigentes classificativas,de desenho mais convencional – Viana do Castelo (26,73 km), Caminha (18,11 km) e Ponte de Lima (27,54 km) – palcos que serão, de novo, visitados à tarde. Esta primeira batalha da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA terá o seu epílogo na também dupla passagem pela Super Especial Porto Street Stage (1,95 km), desenhada na baixa portuense.
“É muito elevada a expectativa em torno da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciativa idealizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, com o apoio da Sports & You em termos de organização, preparação e logística”, refere José Pedro Fontes, responsável por este inédito troféu monomarca, que se dividirá por ambos os países. “A enorme aceitação e adesão que tivemos, assim que anunciámos a realização da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA no final do ano passado é elucidativa do sucesso que antevemos já neste ano de arranque. Juntaram-se em torno desta competição 21 formações, não só portuguesas e espanholas, como até britânicas.”, acrescentou.

BATALHA IBÉRICA COM UM ACCENT BRITÂNICO
De acordo com a Lista de Inscritos disponibilizada pelo ACP Motorsport, organizador do Rally de Portugal, perfilam-se, assim, os 21 Peugeot 208 R2 desta primeira prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA:
0002

Beneficiando do apoio dos parceiros técnicos Pirelli e Total, e contando com a experiência e a dinâmica da Sports & You como parceiro técnico e logístico da iniciativa, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA arranca, assim, da melhor forma para pilotos e organizadores, sem deixar de realçar a mais-valia que representa para o público aficionado ibérico.
O PEUGEOT 208 R2
A máquina de competição deste projeto é o Peugeot 208 R2, modelo que tem demonstrado, nos vários campeonatos e troféus em que participa, ser uma das máquinas mais competitivas da categoria R2.
Criação com assinatura Peugeot Sport e utilizado em diferentes troféus de ralis, o 208 R2 recorre, entre outras soluções, a um motor de 1.598 cc com uma potência máxima de 185 cv às 7800 rpm, caixa sequencial de 5 velocidades de comando mecânico e travões de disco ventilados.
OS PRIMEIROS 20.000 EUROS EM JOGO
Um dos aliciantes da competição é uma valiosa lista de prémios a atribuir em todas as provas que compõem a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. Destinada a promover a entrada nos ralis de jovens pilotos que, com recursos financeiros mais limitados, têm nos apoios pecuniários uma ajuda importante na composição dos seus orçamentos para a época, este Vodafone Rally de Portugal distribuirá 20.000 Euros em prémios.
Os pilotos que terminarem esta 1ª prova nos lugares do pódio recebem, respetivamente,5.000, 4.000 e 3.000 Euros, dividindo-se o restante montante pelo top-10, de acordo com o Regulamento Particular do troféu. Será ainda entregue um prémio de 1000 Euros ao piloto Junior que obtiver a melhor classificação (idade inferior a 27 anos), acumulativo ao valor que vier a conquistar em termos da geral. A atribuição dos montantes é feita em 50% em valor pecuniário e 50% em vouchers de Peças Peugeot.
Como corolário para o piloto com mais pontuação no cômputo dos 6 ralis da presente temporada, recorde-se que o Prémio Final a atribuir ao vencedor da PEUGEOT RALLY
CUP IBÉRICA 2018 é o acesso ao volante de um modelo da categoria R5 num rali de 2019 da Península Ibérica, a indicar oportunamente.
PROGRAMA DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA NO VODAFONE RALLY DE PORTUGAL
Nota: horas indicativas de partida para o primeiro carro (WRC) na estrada
QUINTA-FEIRA, 17 MAIO
07h30: Shakedown (Paredes)
18h10: Partida (Guimarães)
19h03: ES 1 – Lousada (3,36 km)
20h00: Parque Fechado (Exponor)
SEXTA-FEIRA, 18 MAIO
07h45: Assistência A (Exponor – 19')
09h15: ES 2 – Viana Do Castelo 1 (26,73 km)
10h20: ES 3 – Caminha 1 (18,11 km)
10h53: ES 4 – Ponte De Lima 1 (27,54 km)
13h40: Assistência B (Exponor – 34')
15h25: ES 5 – Viana Do Castelo 2 (26,73 km)
16h30: ES 6 – Caminha 2 (18,11 km)
17h03: ES 7 – Ponte De Lima 2 (27,54 km)
19h03: ES 8 – Porto Street Stage 1 (1,95 km)
19h28: ES 9 – Porto Street Stage 2 (1,95 km)
20h10: Flexi Assistência C (Exponor – 49')
24h00: Parque Fechado (Final da prova para a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA)
O RESTANTE CALENDÁRIO DE 2018
À 1ª Etapa do Vodafone Rali de Portugal, prova em pisos de terra do WRC, seguir-se-ão 5 outros ralis, mais 2 em solo luso e 3 na vizinha Espanha, país que conta, igualmente, com a sua prova representante no WRC – o Rali da Catalunha/Espanha – no programa, um rali cuja primeira parte (em terra) será palco da penúltima batalha de 2018 neste troféu ibérico de ralis:

  •  Vodafone Rali de Portugal (1ª parte, 17 a 18 de maio)
  •  Rali de Castelo Branco (30 de junho e 1 de julho)
  •  Rallye de Ferrol (20 e 21 de julho)
  •  Rallye Princesa das Astúrias (14 e 15 de setembro)
  •  Rali da Catalunha/Espanha (1ª parte, 25 e 26 de outubro)
  •  Rali Casinos do Algarve (17 e 18 de novembro).

208 R2 Peugeot Rally Cup Iberica 2018 05