user_mobilelogo

O arranque desta época desportiva está a ser produtivo para a Competisport com a presença em dois eventos difíceis, mas superados com êxito, o primeiro, o Rallye Serras de Fafe prova de abertura do Campeonato de Portugal de Ralis e da Taça FPAK de Ralis e o segundo, o Rali Cabeceiras de Basto que decorreu este passado fim de semana.

No Serras de Fafe, a Demoporto contou com uma brilhante lista de participantes que acabou por trazer muito dinamismo e interesse à prova em pisos de terra. Contudo, os muitos 4x4 presentes deixaram as especiais de classificação muito deterioradas, pondo à prova essencialmente as mecânicas dos carros.

Luís Mota e Alexandre Ramos estiveram em destaque na Taça FPAK de Ralis mantendo uma interessante luta pelos lugares do pódio que durou até à última especial do rali, com o piloto do cartaxo a perder a terceira posição final por uma pequena diferença. O seu Mitsubishi lancer EVO IX esteve em pleno, resistindo à dureza das especiais e nem mesmo um salto exagerado na especial do Confurco trouxe qualquer problema de maior, com destaque ainda para a excelente performance dos MRF Tyres, sem qualquer furo!

Fernando Teotónio também alinhou em Fafe pela Competisport, desta feita com Ricardo Domingos a seu lado, acabando por ser um dos protagonistas do rali, lutando também ele pelos lugares do pódio, terminando a prova na 2ª posição da Taça FPAK de Ralis.

Este passado fim de semana, a Competisport esteve em Cabeceiras de Basto, numa prova extra campeonato com Luís Mota e Alexandre Ramos num Mitsubishi Lancer EVO VI. O rali também em piso de terra decorreu em condições meteorológicas muito adversas, dificultando imenso a tarefa dos pilotos em conseguir manter as suas máquinas na estrada! Luís Mota voltou a rodar nos lugares do pódio, neste que foi um excelente teste e testemunho da eficácia dos pneumáticos da MRF em condições fora do vulgar! Após as 4 especiais de classificação disputadas em piso de terra, o piloto ocupava a 3ª posição final, ficando apenas a faltar a derradeira especial, uma super especial em asfalto que acabou em polémica com a quase totalidade das equipas a sofrer penalizações por erro de percurso que não era totalmente explícito no material disponibilizado às equipas. A dupla foi uma das penalizadas o que ditou a descida à 4ª posição final!

A próxima prova será o Azores Airlines Rallye, onde a equipa irá alinhar novamente com o seu Mitsubishi Lancer EVO IX

ferando teotonio