user_mobilelogo
Brilhante estreia de António Félix da Costa nas míticas 24 horas de Daytona, com o piloto Português, inscrito pela equipa JC Racing, a terminar muito perto do pódio, mais precisamente no 5º lugar final, depois de uma corrida isenta de erros e de grande nível, naquela que foi uma das edições mais competitivas de sempre desta prova.
A equipa composta por Félix da Costa, Alex Brundle, Ho Pin Tung e Ferdinand Habsburg, largou do 11º lugar da grelha e com uma postura bastante inteligente, foi atacando gradualmente, sem cometer erros e subindo na classificação geral hora após hora, mesmo com as diferenças de performance evidentes do Oreca LMP2 do carro nº 78, face aos carros oficiais DPi das marcas (principalmente os Cadillac e os Acura). Para AFC tratou-se da sua estreia absoluta nesta prova, tendo passado com distinção na dura tarefa de chegar ao final das 24 horas, e logo com um resultado de relevo como é este 5º lugar final. No final da corrida, que terminou há pouco, o piloto de 26 anos mostrava-se visivelmente satisfeito, ele que foi o piloto eleito para efetuar o derradeiro turno de condução até à bandeira de xadrez: "ter lutado pelo pódio e acabar no top 5 na minha estreia aqui em Daytona é um grande resultado, tanto para mim como para a equipa JC Racing, que fez um grande trabalho durante toda a corrida. Tivemos alguns percalços durante a noite, com dois furos que nos fizeram perder algumas voltas, mas isso faz parte de uma prova como esta. Penso que não havia qualquer hipótese de lutar com os Cadillac, foram sempre muito mais rápidos que os LMP2 e este 5º lugar é sem dúvida um grande resultado para nós. Estou muito cansado, foram muitas horas a guiar com máxima concentração, mas com o sentimento de dever cumprido. Aproveito ainda para dar os parabéns ao Filipe (Albuquerque) e ao João (Barbosa) pela grande vitória de hoje, foram uns justos vencedores e é uma grande vitória para Portugal!", referiu o piloto luso, que não deixou de congratular a dupla Filipe Albuquerque / João Barbosa, que juntamente com Christian Fittipaldi, levaram o Cadillac DPi à vitória nesta edição das 24 horas de Daytona, seguido do segundo Cadillac DPi (pilotado por Felipe Nasr, Mike Conway, Stuart Middleton e Eric Curran), com a Loic Duval, Romain Dumas, Colin Braun e Jonathan Bennett (em Oreca LMP2) a fecharem o pódio.  
 
António Félix da Costa não tem descanso e viaja direto para Santiago do Chile, onde no próximo fim-de-semana disputa a 4ª corrida da temporada 2017/2018 da FIA Fórmula E, categoria na qual representa as cores oficiais da BMW ao serviço da equipa MS&AD Andretti Formula E Team.
afc POS DAYTONA