user_mobilelogo

Henrique Chaves foi forçado a abandonar a segunda corrida da Eurocup Formula Renault 2.0 em Nurburgring quando um adversário não permitiu que o piloto português lhe ganhasse posição. Uma pena, uma vez que o jovem piloto português estava a encetar um recuperação notável com apenas duas voltas realizadas, numa altura que estava a passar para a nona posição da geral.

A sair do 13º lugar da grelha mas com a corrida a ter início com o 'safety-car' graças às más condições atmosféricas, Henrique, apreciador deste tipo de situação, sabia que podia voltar a terminar entre os cinco melhores, tal como já tinha acontecido ontem: "E estava tudo a correr tão bem. Depois do 'safety-car' ter saído de pista, estava com um excelente andamento e a ganhar posição atrás de posição. Mas, quando estava a chegar ao nono lugar, o outro piloto não permitiu a minha passagem, batendo-me e danificando a suspensão dianteira. Fiquei logo ali, infelizmente. Ainda fomos chamados aos comissários que deram o incidente como situação de corrida dado o mau tempo, levando o meu adversário apenas uma reprimenda escrita. Foi uma pena, porque já estava nos lugares pontuáveis e com hipóteses de ir muito mais além tal era o desempenho do carro", referiu.
Os pontos conseguidos ontem com o quinto lugar acabaram por dar saldo positivo e Henrique espera, já no próximo fim-de-semana na Áustria recuperar a pontuação perdida: "Estas provas são sempre muito disputadas e este tipo de incidentes são comuns. Há que seguir em frente e pensar na próxima prova. Já só estou a pensar nisso, sobretudo na melhor forma de sermos melhor sucedidos na qualificação que já percebemos ser o ponto crucial para o sucessos das corridas", rematou focado no trabalho que terá de desenvolver em Red Bull Ring.
Os resultados da prova assim como a pontuação no campeonato pode ser consultado em: https://www.renaultsport.com/results-and-standings-formula-renault-2-0.html

Henrique Chaves